DOMINGO REZE UM MINUTO

Seguidores

segunda-feira, 30 de março de 2015

REINALDO AZEVEDO - Não há saída fora do Estado de direito

Olavo de Carvalho - KGB comanda o FORO DE SÃO PAULO

Foro de São Paulo VÍDEO 11

MEMÓRIAS COMUNISTAS - OSVALDO PERALVA - ANTÕNIO PAIM


Condor Choca Militantes

Janer Cristaldo
Baguete Diário, 26/5/2000

Para eles, as nações não tinham fronteiras e o palco de lutas era o planeta todo. Em 35, uma judia berlinense, oficial do Exército Vermelho soviético, veio coordenar a revolução no Brasil, assessorada por aparatchiks belgas, alemães, franceses e argentinos. Osvaldo Peralva, membro brasileiro do Kominform, sediado em Bucareste, ao denunciar a conspiração toda em O Retrato (Editora Globo, 1962), foi banido do mundo intelectual e classificado como agente da CIA. O que Peralva denunciou com conhecimento de causa foi mais tarde documentado por William Waack, no excelente Camaradas (Companhia das Letras, 1993), com pesquisas nos arquivos do Kremlin.
Em 36, foram todos para a Espanha, dar apoio bélico e moral a Stalin, que tentava imobilizar a Europa estrangulando-a com o controle do Mediterrâneo. Juan Negrín, ministro da Fazenda do governo Largo Caballero, raspou os cofres da Espanha em troca de aviões, carros de combates, canhões, morteiros e metralhadoras russas. Ao celebrar com um banquete no Kremlin a chegada das 7.800 caixas com 65 quilos de ouro cada uma (três quartos das reservas espanholas), Stalin, evocando um ditado russo, comemorou: "Os espanhóis não voltarão a ver seu ouro, da mesma forma que ninguém pode ver as orelhas". Aproveitando a vaza, um vigarista malaguenho fez fortuna internacional, dando o título de Guernica a um quadro em torno à morte de um toureiro.
Em 59, eles deram apoio logístico e de mídia a Fidel e Che, para instalar a mais longa ditadura da América Latina. De Paris, um filósofo feio, baixinho e confuso veio dar seu aval ao tirano do Caribe. Uma foto da época é das mais emblemáticas: Sartre, de pescoço espichado para o alto, adorando Castro como um Deus. Em La Lune et le Caudillo (Gallimard, 1989), Jeannine Verdès Leroux nos relembra este momento de extraordinária poesia.
-- Todos os homens têm direito a tudo que eles pedem - pontifica Castro. - E se eles pedem a lua? - pergunta Sartre. O ditador retoma seu charuto e se volta para o filósofo baixinho: - Se eles pedem a lua, é porque têm necessidade dela.
Pediam a lua no bestunto do ditador e do filósofo. Em verdade, queriam dólares, pão e liberdade. Da mesma forma que a Espanha, em 36, foi um campo de treinamento para a Segunda Guerra, a América Latina era laboratório de experimentos sociais para os filosofadores europeus que, no dizer de Camus, assestavam suas poltronas no sentido da História.
Também dos salões de Paris vinha o apoio teórico a Che Guevara e seus celerados, através de Régis Debray, mais tarde ministro de Mitterrand. Che morreu em odor de santidade e hoje é cultuado na Bolívia, como San Ernesto de la Higuera. Danielle Mitterrand, a viúva enamorada pela figura romântica do guerrillero, dá apoio a guerrilha zapatista em Chiapas, comandada por um agitprop branco travestido de líder indígena, o subcomandante Marcos. E a mulher de Debray criou a biografia fictícia da guatemalteca Rigoberta Menchú, embuste que mereceu o prêmio Nobel da Paz de 92.
Nos anos 60, eles tentaram reeditar no Brasil a Intentona de 35. Para isso, foram treinados na China, União Soviética, Cuba e Argélia. Fracassados e escorraçados em 64, os sobreviventes migraram ao Chile para assessorar Allende e ao Uruguai para dar apoio aos tupamaros. De Cuba, vinha o brado de guerra: "un, dos, tres, mil Vietnãs". Derrotados no Uruguai em 73 por Bordaderry, deixaram o país conhecido como a "Suíça latino-americana" em destroços, com mais da metade de sua população ativa refugiada no exterior. Para simbolizar o apoio de Cuba ao regime marxista que se instalara no Chile, Castro presenteou Allende com uma submetralhadora. Presente de grego: foi a mesma que o líder marxista usou para suicidar-se em 73. Derrubado o regime de Allende, eles rumaram à Argentina e Portugal, onde a "Idéia" estava em marcha. Em 76, instaura-se, com Videla, a ditadura militar na Argentina. Era o momento de dar de rédeas rumo a outros nortes.
Em 75, alguns militares lusos, entusiasmados com a derrocada de um salazarismo já moribundo, tentaram instalar na península ibérica a república socialista que os espanhóis já haviam exorcizado. A esperança migrara para Portugal. Ou para o Peru, onde o Sendero Luminoso e o Tupac Amaru assassinaram, nos 80, milhares de peruanos, sob a inspiração humanitária do Grande Timoneiro.
Era o que, em Paris, chamávamos de la grande randonée. Aventureiros de todos os quadrantes, alguns imbuídos de nobres ideais, outros de ressentimentos e vontade de poder, migravam de um país a outro para "fazer a Revolução". Em qualquer geografia sentiam-se em casa: sempre havia um comitê para recebê-los como heróis e delegar-lhes novas tarefas. Só no Rio de Janeiro, o cardeal Eugenio Sales alugou 80 apartamentos para abrigar aparatchiks de toda a América Latina, que chegaram a acolher grupos de 150, simultaneamente. O total de militantes hospedados, entre 76 e 82, chegou a cinco mil pessoas.
Eles percorreram o século e o continente latino-americano, receberam doutrinação ideológica e treinamento de guerrilha em diversos países. Quem atesta esta internacionalização são os próprios guerrilheiros em suas memórias. Foram financiados pela China, ex-URSS e até pela miserável Cuba. Além de dispor santuários para onde quer que fugissem, gozavam de exílios confortáveis nas sociais-democracias européias. Se um aparatchik era preso na mais discreta fronteira do mundo, no outro dia manifestantes em Paris, Berlim, Estocolmo ou Londres pediam sua libertação. A luta não tinha fronteiras. Agora condenam, indignados, a chamada operação Condor.
Que horror! Os militares da América Latina trocavam informações e serviços para combatê-los. Isto me lembra um debate dos anos 70 em Estocolmo. Pacifistas denunciavam as Forças Armadas suecas, porque estas usavam armas que feriam e matavam. Um oficial, muito pedagógico, teve de vir a público para esclarecer: "a função de uma arma é ferir e matar".
Consta que os responsáveis pela operação Condor até se comunicavam em código. Maquiavélicos, estes senhores.
É interessante observar que a guerra civil espanhola contra Franco estava abarrotada de infiltração comunista financiada por Stalin. Caso tivessem vencido, a Espanha seria hoje uma ditadura comunista. É assim que eles fazem, aproveitam-se da guerra por mais liberdade ou democracia e dissimuladamente tomam o poder, como em Cuba. Se comunismo fosse bom, seria implantado honestamente.


“Marxismo e descendência”, de Antônio Paim (Vide Editorial, 596 páginas), inscreve-se numa respeitável linha de estudos de largo alcance sobre o marxismo, da qual fazem parte o polonês Leszek Kowalowski, com seu “Main currents of Marxism: its origin, growth and dissolution”, e François Furet, com “O Passado de uma ilusão” . O trabalho deste acadêmico baiano, especialista em filosofia política, autor de importantes obras sobre o pensamento político luso-brasileiro, tem contudo alguns pontos diferenciadores importantes. Tendo vivido na URSS nos anos 50, onde estudou na universidade Lomonossov, em Moscou, Paim viu o regime comunista e seus problemas em primeira mão, a ponto de deixar o Partido Comunista Brasileiro – ao qual era filiado – e a filosofia marxista. Daí vem a impressionante familiaridade de Paim com os textos de Marx, Engels, Lênin, Stalin e outros dos nomes mais importantes do pensamento socialista – familiaridade, diga-se, raramente encontrada nos próprios marxistas. Sempre que é possível, Paim dá voz aos próprios autores para sustentar seus apontamentos. E é implacável em sua análise: ataca com vigor certos mitos acalentados por alguns que, incomodados pelos fatos ligados ao stalinismo, procuram desvinculá-lo do marxismo-leninismo e colocá-lo como um “desvio” dele. Paim mostra que isso é irreal: a ligação é mais do que próxima e impossível de ser desfeita. Destaca-se também a análise que faz do Partido Comunista Francês e das relações do marxismo com o positivismo e o estruturalismo, tão presentes nas ciências humanas da segunda metade do século XX.
Onde encontrar:
****
A VERDADE: EU MENTI - Mirian Macedo http://blogdemirianmacedo.blogspot.com.br/2011/06/verdade-eu-menti_05.html
 
****

Leonardo Padura, em "El Hombre que Amaba a los Perros", traz uma preciosa lição sobre a degradação dos valores individuais pelo comunismo http://www.dcomercio.com.br/categoria/opiniao/mensagem_do_passado
"Hoje os brasileiros se espantam ante um governo que lhes rouba bilhões de reais enquanto, com a maior cara dura, continua posando de paladino da moralidade, e, rejeitado por noventa por cento da população, ainda se faz de porta-voz do “povo” contra a “elite”.  Se conhecessem algo da história do comunismo, como a trama urdida por Stalin para dar cabo de Trotski, entenderiam que a mendacidade psicopática, em proporções tão vastas que raiam o diabolismo puro e simples, não é uma invenção do PT: é inerente à mentalidade comunista em todas as épocas e lugares."
OLAVO DE CARVALHO
http://www.dcomercio.com.br/categoria/opiniao/mensagem_do_passado

domingo, 29 de março de 2015

DENUNCIA A ONU SOBRE A IMPLANTAÇÃO DE REGIME SOCIALISTA E COMUNISTA NO B...

.


https://youtu.be/oxKJVNLSNwo

OLAVO DE CARVALHO NA TV AMERICANA - FORO DE SÃO PAULO, MARXISMO CULTURAL, SOCIALISMO NO BRASIL   https://youtu.be/hPB61RwZYe0

 

POR QUE MENTEM, ROUBAM E SÃO INCORRIGÍVEIS

Denise Abreu e Nivaldo Cordeiro recebem Martim Vasques ...

OLAVO TEM RAZÃO - FORA DILMA, MST, PT, FORO DE SÃO PAULO - SHEHERAZADE

.



 Sheherazade: manifestações completam uma semana. Que efeitos geraram?
https://youtu.be/k0nqYCZyh0g
Publicado em 24 de mar de 2015
As manifestações do dia 15 completaram, ontem, uma semana. E que efeitos geraram os protestos que levaram quase dois milhões de pessoas às ruas, de forma espontânea, sem cachês, sem patrocínio, nem bandeiras de partidos políticos? A resposta da presidente à voz das ruas foi um pacote anti-corrupção, a mesma promessa pós protestos de 2013, também copiada de 2005, quando o então presidente Lula enfrentava o turbilhão de denúncias do Mensalão. A história se repete. As mentiras também. Clique no vídeo e confira na íntegra o comentário de Rachel Sheherazade.

O Triunfo do Marxismo Cultural - Olavo de Carvalho, Cliff Kincaid e Jerry Kenney
https://youtu.be/O4raFHTlyjU

ÁUDIOS DE OLAVO DE CARVALHO
https://archive.org/details/OlavoDeCarvalho-MuseuHistoricoaudios

FRAUDE ELEITORAL DENUNCIADA PARA O MUNDO - CONCLAVE DE WASHINGTON - DALMO ACCORSINI
https://youtu.be/zwj0EgMldMs

A VERDADE NÃO IMPORTA, O IMPORTANTE É TE CALAR
https://youtu.be/l66pzsD2-5c

TV AMERICANA ENTREVISTA OLAVO DE CARVALHO

sábado, 28 de março de 2015

Project Camelot - Jordan Maxwell - The Takeover of Planet Earth - Legend...

NO DISCURSO ESQUERDISTAS A VERDADE NÃO IMPORTA, O IMPORTANTE É TE CALAR

Por que não respeitar comunistas
https://youtu.be/l66pzsD2-5c


 https://www.youtube.com/user/SapientiaeAmator

 Disse Lenin: "É preciso estar disposto a todos os sacrifícios e, inclusive, empregar todos os estratagemas, ardis e processos ilegais, silenciar e ocultar a verdade."

  “Os comunistas devem lembrar-se de que falar a verdade é um preconceito pequeno-burguês; uma mentira, por outro lado, é muitas vezes justificada pelo fim.” Lenin 

LINKS DE OLAVO DE CARVALHO



ÁUDIOS DE OLAVO DE CARVALHO
https://archive.org/details/OlavoDeCarvalho-MuseuHistoricoaudios


TEXTOS DE OLAVO DE CARVALHO
http://www.olavodecarvalho.org/semana/arquivo_2015.html
http://www.olavodecarvalho.org/semana/arquivo_2014.html
http://www.olavodecarvalho.org/semana/arquivo_2013.html
http://www.olavodecarvalho.org/semana/arquivo_2012.html
http://www.olavodecarvalho.org/semana/arquivo_2011.html
http://www.olavodecarvalho.org/semana/arquivo_2010.html
http://www.olavodecarvalho.org/semana/arquivo_2009.html
http://www.olavodecarvalho.org/semana/arquivo_2008.htm
http://www.olavodecarvalho.org/semana/arquivo_2007.htm
http://www.olavodecarvalho.org/semana/arquivo_2006.htm
http://www.olavodecarvalho.org/semana/arquivo_2005.htm
http://www.olavodecarvalho.org/semana/arquivo_2004.htm
http://www.olavodecarvalho.org/semana/arquivo_2003.htm
http://www.olavodecarvalho.org/semana/arquivo_2002.htm
http://www.olavodecarvalho.org/semana/arquivo_2001.htm
http://www.olavodecarvalho.org/semana/arquivo_2000.htm
http://www.olavodecarvalho.org/semana/arquivo_1999.htm
http://www.olavodecarvalho.org/semana/arquivo_1998.htm


OLAVO DE CARVALHO - "Os acontecimentos mais básicos dos últimos cinqüenta anos são: primeiro, a ascensão de elites globalistas, desligadas de qualquer interesse nacional identificável e empenhadas na construção não somente de um Estado mundial mas de uma pseudocivilização planetária unificada, inteiramente artificial, concebida não como expressão da sociedade mas como instrumento de controle da sociedade pelo Estado; segundo, os progressos fabulosos das ciências humanas, que depositam nas mãos dessas elites meios de dominação social jamais sonhados pelos tiranos de outras épocas."
http://www.olavodecarvalho.org/semana/091217dc.html


O Brasil e o PT - FRAUDE ELEITORAL

OPERAÇÃO LAVA A JATO E CELSO DANIEL - PT Age Para Ocultar História Escab...

CIVIS E MILITARES UNIDOS JÁ SALVARAM A NAÇÃO VÁRIAS VEZES - NIVALDO CORDEIRO - Caminhamos para a anomia?

sexta-feira, 27 de março de 2015

Lançamento da Campanha pela Moralidade Nacional - clube militar online

Desmascarando a propaganda política do PCdoB

Não sou de esquerda, mas a favoreço...

Islamic Totalitarianism - Inheritor of Communism and Nazism

Islamic Totalitarianism - Inheritor of Communism and Nazism

REVOLUÇÃO ANTI-MARXISTA NO BRASIL - An Anti-Marxist Revolution in Brazil?



OLAVO DE CARVALHO NA TV NORTE-AMERICANA

An Anti-Marxist Revolution in Brazil?
In recent weeks and months, we have been flooded with news about the Syriza “miracle,” about how the Greek leftists will manage to pull the country out of the state of decay in which it languishes. The Greek Finance Minister was placed high on all pedestals of European and universal glory, as if he were John Maynard Keynes and Hegel himself combined into one. Propagandistic nonsense has reached its utmost peak. Too little or even nothing at all is said, however, about how the house of cards built by revolutionary Dilma Rousseff – a former combatant in the urban guerrilla organizations – is coming down. Mature and responsible, the country’s civil society is not the prisoner of leftist myths. It refuses to go on a wild goose chase, as it happens in so many other places.
*
Millions of people are out demonstrating, asking for president Dilma Rousseff’s resignation. The endemic corruption of the leftist regime is being denounced by the masses that have taken to the streets, but largely ignored by the media elites, which are connected to those neo-Bolshevik channels financially supported by the Putin autocracy and its friends. The Sao Paulo Forum with its radical exhortations continues its maneuvers of hypnotizing the public opinion. Lies abound, but are starting to not be believed anymore. Protesters are being slandered as “American agents”, “spies”, “fascists” etc. Yet, less people than ever buy into these slanders.
*
The protests are being organized by a grassroots initiative with an openly liberal (non-leftist) orientation – the Free Brazil Movement (MBL). Signatures are being gathered for Dilma Rousseff’s dismissal. It turns out that philosopher Olavo de Carvalho’s anti-totalitarian ideas have taken root in Brazil. Olavo, a remarkable social thinker execrated by the Left, knows a great deal about Marxism and revolutionary utopianism in general, at any rate a far greater deal than Dilma and her followers. He is familiar with the famous 11th thesis on Feuerbach: “Philosophers have only interpreted the world in various ways, the point is to change it.” The world is changing in Brazil.
*
The hyper-corrupt bureaucracy of the Workers’ Party, so outrageously obvious during the World Cup in 2014, is coming face to face with a resurgent civil society. What is being foreshadowed, it seems, is a peaceful, non-violent revolution. Marxist revolutions are explosions of violence. But not the anti-totalitarian ones. It is now clear that millions of Brazilians feel the need to expose twaddle, nonsense, irresponsible foolishness, cynical demagoguery masquerading as a springboard for collective bliss.
*
Dilma and her crowd may not be Marxists in a traditional, strictly ideological sense, they accept and even profit from some liberal economic principles, but, when all is said and done, they still share, subliminally, the Marxist anti-capitalist and “anti-imperialist” revolutionary delusions, expectations, and fever. Therefore, their enduring affinities with the continental far left, including Hugo Chavez’s heir, Nicolas Maduro in Venezuela.
The protests are directed against the acute institutional, social, economic, and moral crisis that has dramatically worsened over these past few months. I do not know if a revolution to the full extent of the term has begun crystallizing as of right now, but this is certainly a revolutionary situation as defined by Lenin himself: “Those at the top cannot govern by using the old methods, those at the bottom, the great masses, beyond social divisions, no longer accept them.”
*
A fool’s tongue is long enough to cut his own throat: in this case, a Marxist one turned upside down! The great historian Robert Conquest’s dream is gradually coming to life–a united front against radical fallacies. It is high time these chimeras were exposed for what they really are: myths, legends, delusions, fantasies of salvation, ideological fairytales with pernicious effects.
*
This essay was translated from Romanian into English by Monica Got.


*
TRADUÇÃO GOOGLE:
Nas últimas semanas e meses, temos sido inundados com notícias sobre o "milagre", Syriza sobre como os esquerdistas gregos conseguirão tirar o país do estado de decadência em que definha. O ministro das Finanças grego foi colocada no alto de todos os pedestais de glória europeia e universal, como se ele fosse John Maynard Keynes e o próprio Hegel combinados em um. O disparate propagandístico atingiu o seu pico máximo. Muito pouco ou mesmo nada é dito, no entanto, sobre como o castelo de cartas construído pela revolucionária Dilma Rousseff - uma ex-combatente das organizações de guerrilha urbana - está descendo. Madura e responsável, a sociedade civil do país não é prisioneira de mitos de esquerda. Ela se recusa a ir em um ganso selvagem, como acontece em tantos outros lugares.
*
Milhões de pessoas estão nas ruas demonstrando, pedindo a renúncia da presidente Dilma Rousseff. A corrupção endêmica do regime esquerdista está sendo denunciada pelas massas que tomaram as ruas, mas em grande parte ignoradas pelas elites da mídia, que são conectadas a esses canais neo-bolcheviques apoiados financeiramente pela autocracia Putin e seus amigos. O Foro de São Paulo, com suas exortações radicais continua suas manobras hipnotizando a opinião pública. Mentiras são abundantes, mas estão começando a não mais ser acreditadas. Os manifestantes estão sendo caluniados como "agentes norte-americanos", "espiões", "fascistas", etc. No entanto, menos pessoas do que nunca compram essas calúnias.
Os protestos estão sendo organizados por uma iniciativa popular com uma (não-esquerdista) orientação abertamente liberal - o Movimento Livre Brasil (MBL). As assinaturas estão sendo reunidas para a demissão de Dilma Rousseff. Acontece que as idéias anti-totalitárias do filósofo Olavo de Carvalho criaram raízes no Brasil. Olavo, um pensador social impressionante execrado pela esquerda, sabe muito sobre o marxismo e utopismo revolucionário em geral, em todo o caso uma muito maior quantidade do que Dilma e seus seguidores. Ele está familiarizado com a famosa 11ª tese sobre Feuerbach: "Os filósofos têm apenas interpretado o mundo de várias maneiras, mas o ponto é mudá-lo." O mundo está mudando no Brasil.
A burocracia hiper-corrupta do Partido dos Trabalhadores, tão escandalosamente óbvia durante a Copa do Mundo de 2014, está chegando cara a cara com uma sociedade civil ressurgente. O que está sendo prenunciado, ao que parece, é uma revolução pacífica, não violenta. Revoluções marxistas são explosões de violência. Mas não os anti-totalitários. É agora claro que milhões de brasileiros sentem a necessidade de expor a charlatanice, absurda, loucura irresponsável, demagogia cínica que aparece como um trampolim para a felicidade coletiva.
Dilma e sua multidão podem não ser marxistas no sentido tradicional, estritamente ideológica, eles aceitam e até mesmo lucrar com alguns princípios econômicos liberais, mas, quando tudo estiver dito e feito, eles ainda compartilham, subliminarmente, o anti-capitalista e "anti marxista" "anti-imperialista" delírio revolucionário, expectativas e febre. Portanto, suas afinidades duradouras são com a extrema esquerda continental, incluindo o herdeiro de Hugo Chávez, Nicolas Maduro, na Venezuela.
* 
Os protestos são dirigidos contra a crise institucional, social, econômica e moral aguda que se agravou dramaticamente ao longo dos últimos meses. Eu não sei se uma revolução em toda a extensão do termo começou a cristalizar a partir de agora, mas esta é certamente uma situação revolucionária, tal como definido pelo próprio Lenin: "Aqueles que estão no topo não pode governar usando os métodos antigos, os que estão em baixo, as grandes massas, além das divisões sociais, já não vão aceitá-los. "
* 
A língua de um tolo é longa o suficiente para cortar a própria garganta: neste caso, um marxista virou de cabeça para baixo! O sonho do grande historiador Robert Conquest está gradualmente voltando à vida - uma frente unida contra falácias radicais. É mais que tempo dessas quimeras ser expostas como o que elas realmente são: mitos, lendas, delírios, fantasias de salvação, contos de fadas ideológicos com efeitos perniciosos.
 
Este ensaio foi traduzido do romeno para o Inglês por Monica Got.
*
UNIÃO DOS OS POVOS DA AMÉRICA PARA COMBATER O FORO DE SÃO PAULO - LOBÃO E OLAVO DE CARVALHO

COMPROMISSO DE COCHABAMBA: ANTÍTESE DO FORO DE SÃO PAULO http://www.periodismosinfronteras.org/compromisso-cochabamba.html


A esquerda avisa:
Um partido para tempos de guerra
Ocupar as ruas, construir uma Frente Democrática e Popular, mudar a estratégia do Partido e a linha do governo
O Partido dos Trabalhadores está diante da maior crise de sua história. Ou mudamos a política do Partido e a política do governo Dilma; ou corremos o risco de sofrer uma derrota profunda, que afetará não apenas o PT, mas o conjunto da esquerda política e social, brasileira e LATINOAMERICANA.  
É tão simples, mas a gente complica tanto que acaba não percebendo: o Brasil melhora se o PT sair e piora se ele ficar.
O BRASIL SÓ MELHORA SE O PT SAIR.
Saindo a cúpula petista, vai dar pra limpar e pôr ordem na casa aos poucos. Porque agora estamos vigilantes através da Internet. Mas se o PT permanecer, o caminho é ladeira abaixo para o inferno comunista. Simples assim.

PT quer censurar mídia para esconder seus crimes

terça-feira, 24 de março de 2015

Quando o PT será extinto?

CRIMES DA DILMA - Os crimes de Dilma estão muito claros e alguns ainda procuram provas...

O PT defende os mais pobres? Essa é mãe de todas as mentiras

A sexta-feira 13 dos "trabalhadores" que nunca trabalham

15-03- 2015 O dia que o Brasil finalmente desnudou a farsa do lulopetismo

Olavo de Carvalho - As 12 Camadas da Personalidade

FRAUDE ELEITORAL E FARSA CULTURAL - OLAVO DE CARVALHO NO CONCLAVE DE WASHINGTON





VOTO IMPRESSO FOI DECLARADO INCONSTITUCIONAL EM 2013 POR CAUSA DA IDENTIFICAÇÃO ELETRÔNICA ???
https://youtu.be/wRBdawrGiJw 
 
PSDB CONCLUI QUE NÃO HOUVE FRAUDE
http://conspiratio3.blogspot.com.br/2015/10/psdb-conclui-que-nao-houve-fraude.html


domingo, 22 de março de 2015

OLAVO DE CARVALHO - O PROBLEMA DOS BRASILEIROS

.
Olavo de Carvalho - O problema dos brasileiros https://youtu.be/UUs0x9gdcI0
Publicado em 7 de out de 2014
"O filósofo Olavo de Carvalho discorre sobre as características individuais dos brasileiros que fazem do Brasil um país doente. Trecho final da aula do Seminário de Filosofia do dia 12 de setembro 2014.
PS: comentário editado, peguei o vídeo de outro servidor de vídeo e a descrição estava assim, peguei na íntegra. Para quem se sentiu ofendido, editei a parte controversa."
TODOS NÓS, que fomos criados no Brasil, recebemos o impacto de um caos mental intolerável, e sofremos, por isso, de GRAVES DEFICIÊNCIAS DE PERCEPÇÃO E DE JULGAMENTO.
Percebemos mal a relacão tempo-espaço, as conexões causais na vida prática, o nexo de ação e resultado, os valores e proporções na vida moral, etc. Enfim, NÃO SABEMOS VIVER. Tive a sorte de perceber isso quando era ainda um adolescente, mediante o confronto do meu desempenho na vida com o de pessoas de origem européia recente. Cheguei à conclusão de que eu era um sonso, um bobão em toda a linha. Fiquei estarrecido e comecei um trabalho de auto-reforma que levou mais de vinte anos.
Até hoje me impressionam a inépcia, a falta de sentido prático dos brasileiros, não raro (mal) compensadas por alguma habilidade profissional específica (por exemplo, o sujeito é um empresário ou investidor, sabe fazer dinheiro e se gaba de ser por isso um homem prático, mas não sabe resolver conflitos domésticos banais ou planejar suas férias sem transformá-las num pesadelo, etc. etc.).
Tive a sorte, ou a esperteza, sei lá, de não me projetar como "formador de opinião" antes de aprender e vencer essas inúmeras dificuldades, correspondentes às Camadas VI e VII da personalidade.
Pensem nisso antes de passar pito nos seus amigos por alguma opinião que lhes pareça errada.

As profundas e vastas transformações psicológicas sofridas pelo povo brasileiro nas últimas cinco décadas ESTÃO AUSENTES da nossa literatura (para não falar do teatro e do cinema). A destruição da nossa cultura superior pode ser medida por esse fato -- a total alienação das classes falantes ante a realidade da vida nacional. Como é possível que personagens como o Dr. Fleury, Carlos Lamarca, Frei Betto, o Maníaco do Parque, Fernandinho Beira-Mar ou Susanne Richthofen não tenham atraído a atenção de um só escritor? Como é possível que a transformação de um país ordeiro e pacífico num matadouro de setenta mil pessoas por ano tenha se dado completamente no escuro, sem que um único romancista ou dramaturgo apreendesse os detalhes vitais do processo https://www.facebook.com/olavo.decarvalho/posts/10153147465387192?pnref=story

A REVOLUÇÃO ANTI-MARXISTA NO BRASIL: O FIM DA ASNEIRA - Vladimir Tismăneanu https://www.facebook.com/Leandro.steele.sr/posts/675034895942111
Tradução de Elpídio Fonseca
Nas últimas semanas e meses, fomos invadidos com notícias acerca do “milagre” Syriza, acerca de como os esquerdistas gregos conseguirão tirar o país do marasmo em que se encontra. O Ministro das finanças heleno foi elevado a todos os pedestais da glória européia e universal, como se fosse um John Maynard Keynes unido ao próprio Hegel. Atingiu-se a cota máxima de asneira propagandística. Mas fala-se muito pouco, ou quase nada, acerca de como desaba o castelo de cartas da revolucionária Dilma Rousseff, ex-combatente nas organizações de guerrilha urbana. Madura e responsável, a sociedade civil desse país não está prisioneira dos mitos esquerdistas. Não fica bêbada com água fria, assim como em muitos outros lugares.

 As demonstrações de milhões de pessoas pedem a saída de Dilma Rousseff. A corrupção endêmica do regime marxista é denunciada pelas massas saídas à rua, mas desprezadas pelas elites de mídia, conectadas aos canais neo-bolchevistas sustentados financeiramente pela autocracia putinista. O Foro de São Paulo continua suas operações de hipnotismo da opinião pública. Abundam as mentiras, mas começam a não ser mais acreditadas. Os protestos são organizados por uma iniciativa de militantes de orientação abertamente liberal – O Movimento Brasil Livre (MBL). Colhem-se assinaturas para a demissão de Dilma Rousseff. Vê-se que as idéias anti-totalitárias do filósofo Olavo de Carvalho fincaram raízes no Brasil. Olavo conhece bem o marxismo, de qualquer modo, melhor do que Dilma e os adeptos dela. Conhece a célebre tese XI acerca de Feuerbach: “Os filósofos não fizeram senão interpretar o mundo, a questão é de mudá-lo.” Muda-se o mundo no Brasil. A burocracia hiper-corrupta do Partido dos Trabalhadores confronta-se com uma sociedade civil renascida.

 Parece prefigurar-se uma revolução pacífica, não violenta. Protesta-se contra a crise institucional aguda, social, econômica e moral que se agravou nesses últimos meses. Não sei se doravante se cristaliza uma revolução no sentido pleno do termo, mas é seguramente uma situação revolucionária no sentido definido até mesmo por Lênin: “Os do topo já não podem governar com os velhos métodos, os da base, ou seja, as grandes massas, para além das divisões sociais, já não os aceitam.”
Cada pássaro se perde por sua língua, e neste caso, uma língua marxista virada do avesso! Forma-se aos poucos aquilo com que sonhava Robert Conquest: Um front unido contra a asneira. É tempo que as quimeras sejam reveladas pelo que realmente são: mitos, lendas, ilusões, fantasmas, contos de fada ideológicos.
NB - Vladimir Tismăneanu é professor de ciência política na Universidade de Maryland. Foi presidente da Comissão Presidencial para análise da Ditadura Comunista da Romênia (abril de 2006 a abril de 2007), e desde abril de 2007 é o presidente da Comissão Presidencial Consultiva para Análise da Ditadura Comunista da Romênia. Em fevereiro de 2010 foi nomeado presidente do Conselho Científico do Instituto de Investigação dos Crimes do Comunismo e Memória do Exílio Romeno (IICCMER) onde esteve até maio de 2012, quando foi destituído pelo primeiro ministro comunista, Victor Ponta. Em 2007 recebeu da Universidade de Maryland o Distinguished International Service Award, e a Associação Americana de Ciência Política lhe conferiu o certificado por mérito excepcional no lecionar essa disciplina. Detém o título de doutor honoris causa da Universidade do Ocidente, de Timişoara (2002) e da Escola Nacional de Estudos Políticos e Administrativos de Bucareste (2003)."


Am fost invadati, in ultimele saptamani si luni, cu stiri despre "miracolul" Syriza, despre cum vor reusi stangistii greci sa scoata tara din marasmul in care se afla. Ministrul de finante elen a f...
tismaneanu.wordpress.com

Como funciona a Gestapo Tupiniquim - I http://www.alertatotal.net/2015/03/como-funciona-gestapo-tupiniquim-i.html

A LOUCURA REVOLUCIONÁRIA SEMPRE RESULTA EM DESASTRE - SOCIALISMO, NAZISMO, ANARQUISMO
https://youtu.be/PfyWZiMlfA8
A TRAIÇÃO DA IMPRENSA NA TRAMA SÓRDIDA EM QUE SE DEBATE O BRASIL - OLAVO DE CARVALHO, JAIR BOLSONARO, BEATRIZ KICES, MARCELO REIS - O que Graça Salgueiro disse  "ELES CORROMPEM O CONGRESSO PARA DEPOIS JUSTIFICAR SEU FECHAMENTO" vale também para a mídia, o empresariado, e qualquer segmento que possa rivalizar com a pretendida hegemonia do Estado totalitário. O comunismo em si já é uma sórdida trama que disfarça sua metodologia criminosa e objetivos inconfessáveis calando a verdade na Mídia,  distorcendo nossa percepção e inibindo a reação natural ao mal e ao perigo.  Na medida em que mergulhamos nessa demência coletiva o livro PONEROLOGIA: PSICOPATAS NO PODER vai se tornando mais e mais atual!http://conspiratio3.blogspot.com.br/2015/07/a-traicao-da-imprensa-na-trama-sordida.html
*

Foro pelo Brasil - hangout de convocação

EMPRESÁRIO DENUNCIA LULA E DILMA NA PROCURADORIA GERAL DA REPÚBLICA

sábado, 21 de março de 2015

BOMBA ! EX MILITARES DOS EUA CRITICAM OMISSÃO DOS MILITARES BRASILEIROS

.

"Esta carência tem induzido um grupo significativo de brasileiros a propugnar por sua volta ao poder através de uma intervenção cuja iniciativa, constitucionalmente, não lhes cabe, todavia, a lei da lógica torna lícito inferir que o DEVER patriótico sobrepõe-se a qualquer outro QUANDO e SE o nível de deturpação da ordem chegar a ameaçar a SEGURANÇA DA PÁTRIA. Neste caso, todo o espectro de danos causados por uma “intervenção militar” apequena-se diante do mal maior causado pela incúria, pela incompetência ou pela falsidade de propósitos dos homens e das mulheres escolhidos para defender o interesse, o patrimônio e o futuro da Nação."


 
Gen.Torres de melo
Carta enviada a LULA por Paulo de Tarso Venceslau em abril de 1997

Dias Toffoli Presidente da câmara do STF? (11/03/2015) - Comentário de P...

Conversa, perspectivas e trivialidades. Presenças: Lobão, Diego Casagran...

Guerrilheiros da Venezuela estão agindo no Brasil sintonizados com o M...

Como agir se as mídias caírem no Brasil 2

PT E SEUS PLANOS SOCIALISTAS - PNDH3, ONU, NOVA ORDEM MUNDIAL

A manifestação de 15 de março de 2015 - CORONEL PAES DE LIRA

DESMASCARANDO O IMPEACHMENT

quinta-feira, 19 de março de 2015

Era uma VEZ uma Lei que punia Empreiteiras Corruptas (!)

PT QUER CONTROLE DA MÍDIA E FAZER DO STF UM PUXADINHO DO PLANALTO, DIZ H...

DEMAGOGOS, POPULISTAS E CALOTEIROS

.

 PETIÇÃO
Zavascki, autorize a investigação da Presidente Dilma Roussef na Lava-Jato
http://www.peticaopublica.com.br/psign.aspx?pi=BR80402
Todo esse pessoal precisa ser investigado. Eles estavam com esse pacote preparado, engatilhado, esperando uma deixa para ser lançado.
DECRETÃO ANTICORRUPÇÃO DE DILMA FAZ JUDICIÁRIO E MINISTÉRIO PÚBLICO SE CURVAREM A ACORDOS NA CGU
https://www.facebook.com/SessentaSegundo/photos/a.481474185331095.1073741826.481436602001520/649313528547159/?type=1&permPage=1

ARMADILHA - PACOTE ANTICORRUPÇÃO É CORRUPTO - POR QUE É LEGAL "GOVERNAR" POR DECRETO?

TODO ESSE PESSOAL PRECISA SER INVESTIGADO
PETIÇÃO
Zavascki, autorize a investigação da Presidente Dilma Roussef na Lava-Jato


DECRETÃO ANTICORRUPÇÃO DE DILMA FAZ JUDICIÁRIO E MINISTÉRIO PÚBLICO SE CURVAREM A ACORDOS NA CGU

Decretão anticorrupção de Dilma faz judiciário e Ministério Público se curvarem a acordos na CGU




Edição do Alerta Total – www.alertatotal.net 
Por Jorge Serrão - serrao@alertatotal.net
A Presidenta Dilma Rousseff deu um golpe mortal no Judiciário em seu Decretão Anticorrupção. A CGU, que é um órgão do Poder Executivo, ganhou o monopólio, competência exclusiva, de firmar acordos de delação das empresas, via acordo de leniência. Isto acontece dois dias depois da manifestação de milhões nas ruas. Dilma conseguiu o feito de legalizar uma ilegalidade. Seu ato falho de ontem seria nulo de pleno Direito, se tivéssemos segurança jurídica em Bruzundanga.
O alvo do decreto da Dilma não foram os corruptos. Foi a Justiça e o MPF. Na visão nazipetista, pode fechar o Ministério Público Federal. O desgoverno se blindou contra as ações judiciais movidas contra seus integrantes. Ninguém vai reagir? A "oposição" novamente incorre no erro de subestimar Dilma e seus mentores stalinistas, ao alegar que ela baixou um pacote requentado. Na verdade, o pacotaço é fresquinho em sua ação autoritária que tira poder do sistema judiciário.
A Lei da Mordaça é pintinho magro perto disso que a Dilma proclamou ontem. O Decreto Anticorrupção legitima a raposa fiscalizando o galinheiro. A Controladoria Geral da União não é órgão do judiciário, nem do Ministério Público. Não é independente. É vinculado diretamente à Presidência da República. "Competência exclusiva da CGU" para blindar ladrão torna o cargo valiosíssimo. Muitas raposas se matarão para gerenciar o galinheiro.

Dilma oficializou a bandalheira em apenas uma canetada no Diário Oficial da União. Novamente, a "oposição" não entendeu nada... Ela parece morta, mas não está. Continua matando a pau a segurança do Direito no Brasil. Dilma amputou as mãos e as pernas do sistema judiciário brasileiro. O Executivo continua dando as cartadas na guerra entre os poderes na República Sindicalista de Bruzundanga. Ninguém no Judiciário e no MP vai reagir?

O Executivo, em conluio com o Legislativo, armou esse golpe jurídico. O Congresso, acuado pela Lava Jato, vai aprovar o pacotão sem maiores dificuldades, apesar do jogo de cena. A "oposição", que erra no alvo da crítica, amargará mais uma derrota. O desgoverno descobriu que dar um golpe institucional é a forma mais fácil de sobreviver às pressões das ruas - que desmoralizam, também, a corrupta classe política. É desta forma cínica que Dilma promete construir uma nova cultura de moralidade pública no Brasil.

Espertamente, a CGU já vem se antecipando ao judiciário e abrindo processos contra empresas enroladas na Lava Jato. Elas terão de fechar acordos para seguirem fornecendo ou trabalhando com o governo. A regra será simples: reconhece-se o crime, pede perdão, paga uma multa e continua no mesmo jogo, com outra maquiagem. Eis o drible da vaca tossindo na corrupção... Certamente, foi Luis Inácio Adams, Advogado-Geral da União, e futuro ministro do STF, quem articulou todo o pacotão.

No seu discurso de lançamento do pacotão, Dilma matou os brasileiros sérios de tanto rir. Teve a coragem de proclamar que o trabalho de fortalecimento das instituições e leis para o combate efetivo da corrupção começou em 2003, no primeiro ano do governo do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. O mesmo Lula que botou a turma dele na Petrobras e em outras estatais alvos de corruptos. O mesmo Lula em cujo governo explodiu o escândalo do Mensalão.

Dilma lançou sete medidas - que, a um olhar menos atento, poderiam parecem bem intencionadas. Delas, o inferno está cheio. Algumas das medidas são perfeitas para um sistema modelo "Gestapo" - dando mais força para a máquina estatal triturar seus inimigos. Dilma prometeu enviar ao Congresso uma Proposta de Emenda à Constituição (PEC) prevendo o confisco de bens não comprovados. Será que ela pretende aplicar tal lei contra os mandarins de seu partido, seus familiares e conhecidos laranjas?

Tem mais stalinismo para a gestapo petralha: Dilma também pediu urgência para um projeto que já tramita no Congresso prevendo a alienação antecipada de bens apreendidos e a venda em leilão dos mesmos antes do fim do julgamento do caso. Onde fica o tal princípio do "transitado em julgado"? O governo vai impor a culpa a alguém antes do veredito final? Por acaso, isto é Justiça? Ou é "justiçamento falso moralista"?

Dilma também joga para a plateia com o pacotão anticorrupção. Por isso, solicitou a extensão dos critérios da Lei da Ficha Limpa para funcionários públicos em cargos de confiança; a regulamentação da Lei Anticorrupção, que penaliza empresas corruptoras, e a criação de um grupo de trabalho de juristas e outros setores para a elaboração de propostas que agilizem o julgamento de processos que tratam de corrupção na Justiça.

Outra grande piada da Dilma é criminalizar, violentamente, o caixa dois. Fazer isto, sem uma profunda reforma tributária, é o mesmo que revogar a Lei da Gravidade no Planeta Terra. A sonegação é alta porque o sistema é ladrão e impostor. Da mesma forma, é demagógica a legislação que pretende punir o enriquecimento ilícito de funcionários. De que adianta haver lei para punir, se a máquina governamental não bota a Receita Federal para cumprir tal papel? Ou, mais grave ainda, quando solta o Leão é para promover o rigor seletivo contra adversários e inimigos, poupando os ladrões aliados?

O Troco a caminho

Juristas de oposição ao governo prometem um troco ao stalinista e demagógico pacotão anticorrupção de Dilma.

Eles estudam uma medida judicial perante os tribunais para extinção do PT, considerando que a sigla partidária fora utilizada para graves cometimentos de delitos, não apenas do mensalão, mas recebimento de doações ilícitas e ilegais de empreiteiras que buscavam fazer o repasse por meio do dinheiro público da Petrobras e outras estatais.

O grupo que estudou o assunto com base nas legislações em vigor, e na lei anticorrupção, acredita no sucesso da medida que pode abalar o poder nazicomunopetralha.

Coerência fabricada


 
 


TODO ESSE PESSOAL PRECISA SER INVESTIGADO

PETIÇÃO
Zavascki, autorize a investigação da Presidente Dilma Roussef na Lava-Jato