CENSURA, DITADURA, POLITICAMENTE CORRETO

Seguidores

domingo, 5 de fevereiro de 2017

FAKEBOOK CENSURA NOTÍCIAS CONSERVADORAS

Ex-funcionários afirmam que notícias conservadoras eram banidas no Facebook

Ao site Gizmodo, ex-empregados da empresa nos Estados Unidos levantaram suspeitas sobre a neutralidade da rede social na seção de notícias populares

Que o algoritmo do Facebook direciona seus usuários a bolhas ideológicas no feed de notícias já é bem estudado. Agora, ex-funcionários, em depoimento ao site Gizmodo, levantaram suspeita sobre a neutralidade da seção de notícias populares – que se assemelha aos trending topics do Twitter e foi criada para elencar as histórias mais populares da rede social. De acordo com relatos de ex-empregados, os responsáveis por esse módulo eram acostumados a suprimir notícias de interesse aos leitores conservadores nos Estados Unidos.

>> Por que tantas mentiradas ganham destaque no Facebook

Um jornalista que trabalhou no projeto e não quis ser identificado revelou que histórias ligadas à direita política, envolvendo Mitt Romney, Rand Paul e outros tópicos da época, não iam para a seção de notícias populares, mesmo que estivessem organicamente entre as tendências de leituras dos usuários do site. Outro critério eram notícias relacionadas à empresa, que não deveriam aparecer na lista. "Dependendo de quem estava no turno, as coisas seriam incluídas na lista negra ou consideradas tendências," disse um dos antigos curadores ao veículo.

Que o algoritmo do Facebook direciona seus usuários a bolhas ideológicas no feed de notícias já é bem estudado. Agora, ex-funcionários, em depoimento ao site Gizmodo, levantaram suspeita sobre a neutralidade da seção de notícias populares – que se assemelha aos trending topics do Twitter e foi criada para elencar as histórias mais populares da rede social. De acordo com relatos de ex-empregados, os responsáveis por esse módulo eram acostumados a suprimir notícias de interesse aos leitores conservadores nos Estados Unidos.

>> Por que tantas mentiradas ganham destaque no Facebook

Um jornalista que trabalhou no projeto e não quis ser identificado revelou que histórias ligadas à direita política, envolvendo Mitt Romney, Rand Paul e outros tópicos da época, não iam para a seção de notícias populares, mesmo que estivessem organicamente entre as tendências de leituras dos usuários do site. Outro critério eram notícias relacionadas à empresa, que não deveriam aparecer na lista. "Dependendo de quem estava no turno, as coisas seriam incluídas na lista negra ou consideradas tendências," disse um dos antigos curadores ao veículo.

>> Bruno Torturra: "O algoritmo do Facebook protege caluniadores, não caluniados"

Esse módulo do Facebook foi inaugurado em 2014, e o intuito era revelar "tópicos e hashtags que tiveram picos de popularidade recentes no Facebook".

"Não eram tendências, eram opiniões", declarou um dos ex-funcionários. A rede social conta com mais de 1,65 bilhões de usuários e se autodeclara além do espectro político. Depois de todo o questionamento da neutralidade da ferramenta, a companhia informou ao site The Verge que não permite a supressão de perspectivas políticas e que "nunca baniu notícias de aparecerem nos Trending Topics".

http://epoca.globo.com/vida/experiencias-digitais/noticia/2016/05/ex-funcionarios-criticam-neutralidade-do-facebook-que-teria-banido-noticias-conservadoras-nos-eua.html

*
CENSURA - AGÊNCIAS DE CONTROLE DA INFORMAÇÃO
http://conspiratio3.blogspot.com.br/2017/02/censura.html

*
"O Facebook poderia ser a apoteose da liberdade de expressão. Em parte, é. Mas parece empenhado em diminuir essa parte cada vez mais."
(Olavo de Carvalho)

RODRIGO MAIA QUER A COMUNICAÇÃO OU A CENSURA? Rodrigo Maia Ataca as Redes Sociais
http://conspiratio3.blogspot.com.br/2017/02/rodrigo-maia-quer-comunicacao-ou.html

A VERDADE É UMA AMEAÇA - MENTIRA E CENSURA
"O cidadão, no sistema comunista, vive oprimido (...) Em última análise, todos os jornais são oficiais, bem como o rádio e outros meios de comunicação. Os resultados de tudo isso não são grandes, e em nenhum caso correspondem aos meios e medidas empregados. Porém, resultados consideráveis são conseguidos tornando IMPOSSÍVEL A MANIFESTAÇÃO DE OPINIÕES que não sejam as oficiais e combatendo as idéias contrárias. " (Milovan Djilas – “A Nova Classe”)
Será necessário recordar o que dizia ALEXANDER SOLJENITSIN: bastaria que os russos deixassem de mentir e o comunismo afundaria. (Vladimir Volkoff)


"Quanta razão tinha o grande escritor russo Alexander Soljenitzin, Nobel de literatura e autor do Arquipélago Gulag: "O pior do comunismo não é a opressão, mas a mentira"!  

http://www.midiasemmascara.org/artigos/desinformacao/16631-2016-07-25-06-23-49.html 

As catástrofes políticas, sociais e econômicas que caracterizam todos os regimes comunistas estão delineadas nos escritos de Marx. Porém, o marxismo não é uma doutrina insepulta, mas uma forma de religião ativa que provoca um pandemônio cognitivo, inviabiliza o senso crítico e devasta os padrões morais do sujeito que adere a ele.
 http://www.midiasemmascara.org/artigos/movimento-revolucionario/16927-2017-02-09-20-52-34.html


A CENSURA IDEOLÓGICA IMPULSIONA A MÁQUINA TOTALITÁRIA
 "O efeito da ideologia marxista é precisamente colocar o Estado comunista no caminho da dominação. Ninguém acredita que ele deveria dominar, muito menos aqueles que se desculpam por seus "erros" e "desvios". Nem qualquer cidadão de um Estado cornunista deseja aumentar seu poder de forma tão alarmante. Mas ninguém sabe como pará-lo, já que NENHUMA RAZÃO PARA PARÁ-LO PODE SER PROFERIDA sem penalidade instantânea."   (Roger Scruton) 




O politicamente correto é totalitário. Não visa o bem de nenhum grupo minoritário, mas possibilitar ao Estado adentrar e controlar o comportamento e deformar o pensamento da população, e especialmente reprimir e criminalizar opositores. Seu código de conduta baseado em conceitos vagos, derivados de palavras esvaziadas de sentido, depende mais da repetição do que da compreensão. Um estudo aprofundado desnudaria sua perversidade de propósitos e resultados DESUMANOS. Assim  como o PT, que declara seu amor pelo povo, mas suga todos os seus recursos até matá-lo, os autores e agentes do embuste politicamente correto não têm noção do que seja o bem da sociedade, mas usam a ladainha da justiça social para justificar o mal. Psicopatas empregam palavras para invocar um sentimento ou conceito que não podem entender, distorcê-las até a inversão e esgotar seu sentido.   "Nosso mundo natural de conceitos, baseados nos instintos da espécie, atinge o psicopata como uma CONVENÇÃO QUASE INCOMPREENSÍVEL, sem nenhuma justificação na sua própria experiência psicológica. Eles pensam que os costumes e os princípios de decência são uma convenção externa inventada e imposta por alguém, tola, onerosa, em alguns casos até mesmo ridícula." Do livro PONEROLOGIA: PSICOPATAS NO PODER
*
Do livro "A NOVA CLASSE",  de Milovan Djilas:  "Por outro lado, a discriminação ideológica nos sistemas comunistas tem a finalidade de proibir outras idéias e de impor as suas. São duas surpreendentes formas de tirania inacreditável, total. O pensamento é a mais criadora das forças: descobre o que é novo. O homem não pode viver nem produzir se não pensar e meditar. Mesmo que possam negá-lo, os comunistas são forçados a aceitar, na prática, esta verdade. Por isso, procuram tornar impossível o predomínio de outro pensamento que não seja o deles.  O homem pode renunciar a muitas coisas, mas tem necessidade de pensar e comunicar seus pensamentos. É um sofrimento profundo ser compelido a silenciar quando se tem necessidade de expressão. OBRIGAR O HOMEM A NÃO PENSAR, A EXPRESSAR PENSAMENTOS QUE NÃO SÃO OS SEUS, É A PIOR FORMA DE TIRANIA.  A limitação da liberdade de pensamento não constitui apenas um ataque a direitos sociais e políticos específicos, mas também ao próprio ser humano como tal."
Milovan Djilas, in – “A Nova Classe”

Nenhum comentário:

Postar um comentário