CENSURA, DITADURA, POLITICAMENTE CORRETO

Seguidores

quinta-feira, 12 de setembro de 2019

DANIEL LOPEZ - Não salva ninguém

.

*

Engraçado, não entendi da mesma forma. Pra mim ele disse que: as condições atuais, como podemos perceber, é de guerra contra o presidente e o que ele representa. São todos contra um. Todos os poderes coordenados com a imprensa se aproveitam de qualquer coisa, fatos pinçados, distorcidos ou inventados, para atacar reputações, gerar conflitos, desestabilizar a ordem e a partir disso, derrubar o governo e retomar o projeto criminoso de poder. A própria CPMI das Fake News está correndo este risco. Então, disse ele, CPIs fazem muito barulho, mas derrubar a PEC da bengala ou impeachmar os ministros é mais eficaz e menos perigoso. PERIGOSO PARA O PRESIDENTE, não para o Flávio.
O problema do Flávio é que ele não é muito claro, não é muito racional e didático ao falar. Acho que tem um problema de comunicação.

*
"PREVIDÊNCIA HOJE?" - SOBRE FLÁVIO BOLSONARO, COAF, FURNA DA ONÇA, QUEIROZ - 1:10:05 min
https://youtu.be/F_7VM7NzLC0?t=4205

O escândalo da ALERG foi baseado no COAF. Ele fez seu relatório de movimentações financeiras e detectou que na ALERG, os deputados da ALERG tinham movimentações financeiras atípicas. Pegaram o relatório e mandaram para a Receita Federal que confirmou a atipicidade e remeteu para a Polícia Federal. A Polícia Federal iniciou então a operação Furna da Onça. A Operação Furna da Onça foi até a ALERG e prendeu uma dezena de deputados, dentre os quais não estava Flávio Bolsonano que sequer constava na Operação Furna da Onça. Apesar disso, o Ministério Público do Rio de Janeiro achou por bem investigar só o Flávio Bolsonaro. E revirou a vida do Flávio Bolsonaro. Hoje o que é que nós temos? Temos a Assembléia Legislativa do Rio de Janeiro votando pela soltura pelos deputados que estavam da Operação Furna da Onça e foram presos. Enquanto Flávio continua defenestrado pela grande imprensa que está pouco se lixando para o escândalo da ALERG. Quer saber apenas do Queiroz. Então você veja o distanciamento para com a realidade que acontece no Brasil. (Fernando Melo no Terça Livre )

Nenhum comentário:

Postar um comentário