DOMINGO REZE UM MINUTO

Seguidores

segunda-feira, 17 de outubro de 2016

JULIAN ASSANGE X CLINTON




JULIAN ASSANGE REVELA PROVAS DE QUE HILLARY PLANEJOU MATÁ-LO

"Não podemos apenas drone (matar) esse cara?" Clinton perguntou abertamente, oferecendo um simples remédio para silenciar Assange e sufocar Wikileaks através de um ataque militar com drones planejado, de acordo com fontes do Departamento de Estado. A declaração provocou risos da sala que rapidamente morreram quando o secretário continuou falando de uma forma concisa, disseram as fontes. Clinton disse: Assange, afinal de contas, era um alvo relativamente fácil, "andando por aí" livre e manuseando seu nariz sem qualquer receio de represálias por parte dos Estados Unidos. Clinton estava chateada com revelações anteriores a 2010 de Assange, divulgando documentos secretos dos EUA sobre a guerra no Afeganistão em julho e a guerra no Iraque apenas um mês antes, em outubro, disseram as fontes. Naquela época, em 2010, Assange era relativamente livre e não vivia enclausurado na embaixada do Equador em Londres. Antes de 2010, Assange focava esforços do Wikileaks em países fora dos Estados Unidos, mas agora sob Clinton e Obama, Assange estava bombardeando a América com uma saraivada de documentos Wikileaks sem paralelo, em cinco meses.

“Can’t we just drone this guy?” Clinton openly inquired, offering a simple remedy to silence Assange and smother Wikileaks via a planned military drone strike, according to State Department sources. The statement drew laughter from the room which quickly died off when the Secretary kept talking in a terse manner, sources said. Clinton said Assange, after all, was a relatively soft target, “walking around” freely and thumbing his nose without any fear of reprisals from the United States. Clinton was upset about Assange’s previous 2010 records releases, divulging secret U.S. documents about the war in Afghanistan in July and the war in Iraq just a month earlier in October, sources said. At that time in 2010, Assange was relatively free and not living cloistered in in the embassy of Ecuador in London. Prior to 2010, Assange focused Wikileaks’ efforts on countries outside the United States but now under Clinton and Obama, Assange was hammering America with an unparalleled third sweeping Wikileaks document dump in five months. Clinton was fuming, sources said, as each State Department cable dispatched during the Obama administration was signed by her.
 

 
Under Intense Pressure to Silence Wikileaks, Secretary of State Hillary Clinton Proposed Drone Strike on Julian Assange
 
 O FACEBOOK NÃO PERMITIA O COMPARTILHAMENTO DO LINK DESTA MATÉRIA,  ENTÃO FIZ ESTE POST E COMPARTILHO SEU LINK. Não é a primeira vez que tenho de fazer isso.
 
*
 
RUMORES SOBRE A MORTE DE JULIAN ASSANGE parecem ser falsos, mas não foram ventilados sem motivo: na madrugada de ontem para hoje o site Wikileaks enviou pelo twitter três mensagens previamente programadas, do tipo que se prepara para planos de contingência, como casos de acidente ou morte. Cada uma continha um código identificador (hash) que valida a origem de certos arquivos, e lhes serve de "autenticador". Um deles se referia a John Kerry, outro a "Equador" (em cuja embaixada londrina se encontra Julian Assange) e outro ao UK-FCO (o departamento de assuntos estrangeiros do Reino Unido). O sistema da Wikileaks enviou essas três mensagens como resposta automática à detecção de um corte intencional no link de internet de Assange. Na matéria abaixo, parece autêntica a confirmação por telefone de que Assange está bem e ainda na embaixada, mas resta a pergunta sobre o corte feito em seu serviço de comunicação. Pode haver sido resultado de alguma ação hostil, ou pode haver sido ação de alguém interessado em chamar a atenção do mundo para a Wikileaks na iminência de alguma grande divulgação. Fiquemos atentos.
 
*
A CASA VAI CAIR. Wikileaks acaba de vazar os e-mails de Barack Obama. Deve ter mensagem até pro Bessias.
 
*
 
Para quem disse que Hillary era melhor que Trump, um tombo: CNN diz que ler emails vazados de Hillary é “ilegal”
 
Como a CNN é uma das portavozes de Hillary, você já sabe: assim que Hillary ganhar, começará uma era de censura inédita nos Estados Unidos.
 
 *
Você está espantado com as revelações do Wikileaks sobre o Partido Democrata em 2016? Após um ano infiltrado, James O’Keefe e o Project Veritas expõem de um esquema de pessoas e organizações que se identificam como os braços do partido nas ruas no DNC (Democrat National Comite), incitando violência em eventos, entrevistas e comícios do candidato republicano Donald Trump.
 
*
Ao todo são 100 páginas que cidadãos das várias partes do mundo podem ler através deste  link. A divulgação destes novos documentos surge como mais uma das provas do FBI ter recomendado a não apresentação de queixa contra Clinton. Segundo o diretor do FBI, James Comey, os investigadores não encontraram provas que culminassem numa acusação criminal. Contudo, dá conta o The Hill, republicanos recusam-se a aceitar estas conclusões e acusam os oficiais, incluindo Comey, de estar a proteger Clinton. (NESTE CASO, ESTARIAM TAMBÉM OCULTANDO INFORMAÇÕES, OU ATÉ INVENTANDO)
 
* 
TOP 10 WIKILEAKS
Steven Crowder apresenta os Top 10 wikileaks que a mídia assumidamente (conforme consta no vídeo) não quer que você leia. Este Top Ten é valido à data da produção do vídeo, pois entretanto mais terão surgido.
 
*
A LISTA DE CLINTON - ESTRANHAS MORTES RONDAM O CASAL CLINTON
 
*
A verdadeira razão da grande mídia para proteger Hillary
 
*
Olavo de Carvalho compartilhou o vídeo de Embaixada da Resistência
*
PSICOPATA
 
 
 

Um comentário:

  1. ótimo blog amigo que Deus continue iluminando seu caminho

    ResponderExcluir