CENSURA, DITADURA, POLITICAMENTE CORRETO

Seguidores

quarta-feira, 25 de janeiro de 2017

SUN TSU, DESINFORMAÇÃO, PROTOCOLOS, DECÁLOGO





"TODA A ARTE DA GUERRA SE BASEIA NO ENGANO" - SUN TSU

O cavalo de Tróia pode ser considerado um mito da desinformação. O general chinês Sun Tsu, pelo contrário, existiu mesmo. O seu livro A ARTE DA GUERRA exerceu uma considerável influencia sobre todos os estrategos chineses e japoneses, incluindo Mao Tse Tung, e foi estudado em todas as escolas militares do bloco comunista. "A arte suprema da guerra é derrotar o inimigo sem combate." Mas como se pode vencer sem combate? Despojando o inimigo de meios e de vontade de combater. E como despojá-lo deste desejo? Através da DESINFORMAÇÃO.

"Na guerra, a melhor política é conquistar o Estado intacto, e a pior hipótese é destruí-lo." Por isso "os especialistas na arte da guerra derrotam o exército inimigo sem combate. Conquistam as cidades sem as assaltarem e vencem um Estado sem longas operações". Em resumo, antes de o chefe da guerra ideal "tingir a sua espada de sangue, o país inimigo está rendido". Para Sun Tsu, "toda a arte da guerra se baseia no engano" e "o requinte supremo é o combate aos planos do inimigo".

DESACREDITAR TUDO O QUE HÁ DE BOM NO PAÍS INIMIGO
Sabemos a que manobras de desmoralização desse tipo fomos sucessivamente submetidos pelos serviços nazis e comunistas, uns culpando os judeus, os outros culpando os patrões, e a que ponto a influência americana é hoje desmoralizadora em nações como a França, que chegam a sentir-se desgostosa com sua própria civilização. Sun Tsu sabe que bem que o descrédito dos valores tradicionais é destruidor da identidade de um povo.

 IMPLIQUEM OS REPRESENTANTES DAS CAMADAS DIRIGENTES DO PAÍS INIMIGO EM ATOS ILEGAIS. ABALEM SUA REPUTAÇÃO E, NO MOMENTO PRÓPRIO, LANCEM-NOS AO DESPREZO DOS SEUS CONCIDADÃOS
Uma olhadela à politica francesa contemporânea parece mostrar que um inimigo desconhecido anda em ação, porque são inúmeros os atos ilegais aos quais os representantes das camadas dirigentes se entregam.
SEMEIEM A DISCÓRDIA E OS CONFLITOS ENTRE OS CIDADÃOS DO PAÍS INIMIGO
Dividir para reinar - é bem conhecido. Alguns países, como a França, sempre foram campo para facções e para a recusa de participar do jogo da democracia. Os comunistas, em particular, souberam tirar bom partido desta mania dos franceses se lançarem uns contra os outros.
INCITEM OS JOVENS CONTRA OS VELHOS, RIDICULARIZEM AS TRADIÇÕES DOS INIMIGOS
Os conflitos entre gerações são naturais, mas podem ser suavizados ou dramatizados. Uma intensa dramatização ocorreu em Maio de 1968, r não se ignoraram as cumplicidades estrangeiras que amplificaram os acontecimentos, ne o enfraquecimento espiritual, intelectual, político, cívico, econômico e material que se seguiram. Tratava-se, de fato, de lançar uma geração contra a outra e de destruir a armadura das tradições que anteriormente as ligavam.

SUN TSU AINDA RECOMENDA O USO DE CANÇÕES LASCIVAS, PROSTITUTAS, UM HEDONISMO ENTORPECENTE E PARALIZANTE
Vê-se que, no caso, não se trata de alterar a informação como tal, mas de manipular o adversário através de influências que acabam de o privar de toda a possibilidade, de toda vontade de resistência. Esta ação só poderá ser exercida através da comunicação de idéias, modas, estilos, atitudes e é por isso que a consideramos do domínio da desinformação, embora os especialistas tenham razão quando tecnicamente lhe chamam "INFLUÊNCIA".

Sun Tsu, verdadeiro profeta da desinformação, compreendeu perfeitamente que a criação de uma situação inteiramente favorável não depende apenas do desinformador. O desinformador deve "apanhar o comboio em andamento e desviá-lo em seu proveito, deve explorar os conflitos já existentes e agravá-los, deve desenvolver monstruosamente as tendências já presentes. A imagem utilizada por Sun Tsu é sugestiva: "Deve tirar partido da situação como se faz uma bola rolar ao longo de uma encosta abrupta. A força inicial é mínima, mas os resultados são enormes."

PROTOCOLOS DOS SÁBIOS DE SIÃO

Em 1905, Serge Nilus publicou em Moscou, sob o título de Protocolos dos Sábios de Sião, um texto que foi apresentado como as conclusões secretas do primeiro congresso sionista da Basileia. A sua autenticidade é mais do que duvidosa, na medida em que o autor faz dizer aos sionistas o que ele pensa que eles deveriam dizer. As repercussões desta falsificação traduzida para o alemão em 1919 e para o polaco, inglês e francês em 1920, foram enormes e inspiraram, entre outros, Adolf Hitler. A obra consiste essencialmente em fazer dizer a hipotéticos "sábios" que a sua ambição é reinar sobre o mundo e, para o conseguir, eles visam:

Incitar os povos à discórdia
Exterminar os nobres e os grandes proprietários de terras de terras
Provocar distúrbios entre os operários
Desenvolver através da imprensa uma ação de desagregação
Semear confusão na opinião pública
Depravar a juventude
Minar a justiça
Combater a religião

Vê-se a que ponto estes mandamentos se aproximam da doutrina de Sun Tsu. A autenticidade deste documento foi muito discutida. As suas fontes parecem remontar ao Diálogo no Inferno entre Maquiavel e Montesquieu, escrito por Maurice Joly em 1864. 

Não se duvida que uma certa ação subversiva conduzida no século XIX utilizou, entre outros agentes secretos, certos judeus: a Revolução Russa, por exemplo. E assim deparamos com um dos recursos mais eficazes da desinformação: a GENERALIZAÇÃO. Esta nossa tendência para simplificar as coisas será posterior e copiosamente explorada.

Extraído do livro PEQUENA HISTÓRIA DA DESINFORMAÇÃO, de Vladimir Volkoff


***

É bom lembrar que:
Yuri Bezmenov cita o livro de Sun Tsu como leitura obrigatória para agentes da KGB.
A máxima de Lênin "Xingue-os do que você é, acuse-os do que você faz." é uma das estratégias de assassinato de reputação e desinformação frequentemente praticadas pelo movimento revolucionário.

***

SUN TSU NO "DECÁLOGO  DE LÊNIN"

Em 1913, Lênin escreveu o "Decálogo" que apresentava ações táticas para a tomada do Poder
1.Corrompa a juventude e dê-lhe liberdade sexual
2.Infiltre e depois controle todos os veículos de comunicação de massa;
3.Divida a população em grupos antagônicos, incitando-os a discussões sobre assuntos sociais
4.Fale sempre sobre Democracia e em Estado de Direito, mas, tão logo haja oportunidade, assuma o Poder sem nenhum escrúpulo;
5.Colabore para o esbanjamento do dinheiro público;
6.Coloque em descrédito a imagem do País, especialmente no exterior e provoque o pânico e o desassossego na população por meio da inflação;
7.Promova greves, mesmo ilegais, nas indústrias vitais do País;
8.Promova distúrbios e contribua para que as autoridades constituídas não as coíbam;
9.Contribua para a derrocada dos valores morais, da honestidade e da crença nas promessas dos governantes. Nossos parlamentares infiltrados nos partidos democráticos devem acusar os não-comunistas, obrigando-os, sem pena de expô-los ao ridículo, a votar somente no que for de interesse da causa socialista;
10.Procure catalogar todos aqueles que possuam armas de fogo, para que elas sejam confiscadas no momento oportuno, tornando impossível qualquer resistência à causa...




O IMPÉRIO DAS MENTIRA 21-05-2014
Sobre a blitz midiática russa, Chykulay disse: “Não tenho televisão porque odeio a TV russa. Vi alguns pequenos clipes na internet e tenho alguns parentes que assistem à programação russa. Quando os visito acabo vendo um pouco dessa propaganda. A mídia russa está tentando transformar pessoas em zumbis por meio de mensagens que começam logo cedo e vão até tarde da noite. É dificílimo discutir essas coisas com pessoas que aceitam assistir esse tipo de programação. Tenho um amigo que é um diretor de filmes e viveu em Praga na mesma época que eu, em 2004. Depois daquela época, ele foi a Moscou após receber um convite para produzir uma série de TV. Alguns de seus trabalhos foram populares. Ele disse que todos os roteiros devem passar pela FSB/KGB. Eles colocam notas nas páginas dos roteiros perguntando 'Onde está o retrato de Putin? Onde está a bandeira russa? Onde está o velho veterano de guerra?'. Eles queriam roteiros ingênuos para que pudessem inserir propaganda ali. Eles começaram isso no começo dos anos 2000. É um grande investimento. É mais dinheiro investido do que os investimentos de Google e Facebook somados. Então se você perguntar se eles temem sanções. Não, eles têm algo ruim em mente”.

Há sempre algo ruim rondando a mente deles e a Ucrânia não é a única vítima. Durante a entrevista de quinta-feira com o jornalista venezuelano e analista político Sammy Eppel, tive um vislumbre do futuro da América ao ouvir sobre o colapso da Venezuela na mão dos comunistas. A Venezuela está sendo sistematicamente destruída, aqui mesmo no hemisfério ocidental, sob o nariz dos Estados Unidos. “Para a Rússia, a Venezuela é um grande cliente comprador de armamentos”, disse Eppel. “A China enviou alguns armamentos, tais como aeronaves de treino militar e pilotos. Por isso, a China recebeu como pagamento petróleo. Atualmente a Venezuela aceitou dar aproximadamente metade da sua produção para exportação — um milhão de barris por dia — para a China, que por sinal já pagou adiantado. E é aí que entra o problema. A China conseguiu pagar um bom preço por isso: a metade dos preços exercidos atualmente”.

Após descrever o processo em que os comunistas burlaram as eleições na Venezuela usando as máquinas eletrônicas de votação, Eppel disse: “Direi a você como eles farão aí na América. No momento em que Chávez percebeu que a votação eletrônica seria a tendência do futuro, ele fundou uma companhia aí mesmo nos Estados Unidos. Ela chama SMARTMATIC e tem 20% das máquinas de votação do país sob o controle dela. Estamos falando de uma companhia do governo venezuelano. Esse tipo de coisa deveria ser proibida. Mas eles dizem 'Não, é apenas o livre empreendedorismo'. Essa é a companhia que tem organizado todas as eleições venezuelanas nos últimos 15 anos e eles irão ganhar eleições por aí, onde se vence por uma margem de 2% e, matematicamente, é necessário bem menos manipulação”.

Por todo o tabuleiro, onde quer que você olhe, o Império das Mentiras avança. Com enclaves militares em lugares como a Transnístria e colônias como a Venezuela, e companhias de fachada como a Smartmatic, não podemos deixar de pensar que estamos perdendo um perigoso jogo que sequer admitimos a existência dele. Pois bem, ele existe e é melhor que acordemos antes que seja tarde.

http://jrnyquist.com  
http://www.midiasemmascara.org/artigos/globalismo/15206-2014-05-21-19-09-26.html

ALGUNS DADOS ELEMENTARES SOBRE O MOVIMENTO COMUNISTA - OLAVO DE CARVALHO
http://conspiratio3.blogspot.com.br/2017/01/alguns-dados-elementares-sobre-o.html

O CZAR PUTIN
http://conspiratio3.blogspot.com.br/2017/01/o-czar-putin-ion-mihai-pacepa.html

DESINFORMAÇÃO -KGB E A ESTRTÉGIA DA MENTIRA EM ESCALA PLANETÁRIA - NOVAS MENTIRAS EM LUGAR DAS VELHAS - ANATOLIY GOLITSYN O LIVRO JÁ ESTÁ NA INTERNET
"O mundo Ocidental como um todo, e os Estados Unidos em particular, se equivocaram seriamente sobre a natureza das mudanças no mundo comunista. Não estamos testemunhando a morte do comunismo, mas uma nova ofensiva estratégica de desinformação." Anatoliy Goliytsyn
http://conspiratio3.blogspot.com.br/2014/09/novas-mentiras-em-lugar-das-velhas.html

A HISTÓRIA SECRETA DE ANATOLIY GOLITSYN - COMUNISMO EM REDE E A FALSA QUEDA DA URSS
http://conspiratio3.blogspot.com.br/2013/07/a-historia-secreta-de-anatoliy-golitsyn.html

DESINFORMAÇÃO: A PRINCIPAL ARMA COMUNISTA - ION PACEPA, YURI  BEZMENOV, ANATOLIY GOLITSYN http://conspiratio3.blogspot.com.br/2016/01/desinformacao-livro-de-ion-mihai-pacepaq.html  
KGB É O ESTADO - resumo de um dos capítulos do livro "Desinformação" http://www.midiasemmascara.org/artigos/desinformacao/16558-2016-06-10-19-22-28.html
 
Rússia e a maskirovka: da invasão da Criméia aos incidentes na Eurocopa 2016 - Em verdade, a maskirovka não é algo tão novo assim. O Cavalo de Troia é seu antepassado mais conhecido.
http://www.midiasemmascara.org/artigos/globalismo/16633-2016-07-25-15-54-55.html
A propaganda PRÓ Putin no ocidente tem enganando muitos otários
http://averdadequeamidianaomostra.blogspot.com.br/2016/01/a-propaganda-pro-putin-no-ocidente-tem.html

O esforço para levar a propaganda a todos os níveis da sociedade fez os governos da Rússia, da China e de seus aliados pelo mundo recrutarem um exército de internautas que, com perfis falsos, infestam a web com mensagens a favor de seus governos, ameaças a opositores e nações inimigas, e manipulação de notícias. As trollagens (postagens com argumentos sem sentido, apenas para causar confusão e atrapalhar a discussão) em fóruns de jornais independentes também são constantes.
http://www.midiasemmascara.org/artigos/globalismo/16703-2016-09-08-00-45-42.html

"O líder do Kremlin entendeu que não pode enfrentar o Ocidente no plano econômico ou militar", afirma o comentarista russo Andrey Malgin (foto). "Mas poderia fazê-lo e até vencê-lo usando técnicas cuja inspiração vem do judô, que Putin gosta e pratica. Estas consistem em redirecionar a força e o equilíbrio do oponente contra ele próprio". A notícias é da agência Euromaidanpress.Os líderes de Ocidente poderiam então cair, não pelo poder da Rússia, mas por movimentos que desencadearam dentro de seus próprios países infiltrados ou desviados por “inocentes úteis” seduzidos por Putin.
http://www.midiasemmascara.org/artigos/globalismo/16662-2016-08-09-01-56-43.html

"A Rússia não é de maneira alguma a “fortaleza da espiritualidade e da tradição”, incumbida por mandato celeste de castigar, na pele dos EUA, os pecados do Ocidente materialista e imoral. É, hoje como no tempo de Stalin, um antro de corrupção e maldade como jamais se viu, empenhado, como anunciou a profecia de Fátima, em espalhar os seus erros pelo mundo. Observe-se que essa profecia nunca se referiu ao comunismo em especial, mas aos “erros da Rússia” de modo genérico, e anunciou que a disseminação desses erros, com todo o cortejo de desgraças e sofrimentos que acarretava, só cessaria caso o Papa e todos os bispos católicos do mundo realizassem o rito de consagração da Rússia. Como esse rito jamais foi realizado, não existe a menor razão para não enxergar no projeto eurasiano uma segunda onda e um upgrade dos “erros da Rússia”, o anúncio de uma catástrofe de proporções incalculáveis."
http://www.olavodecarvalho.org/textos/110307debate.html


Nenhum comentário:

Postar um comentário