CENSURA, DITADURA, POLITICAMENTE CORRETO

Seguidores

sexta-feira, 23 de junho de 2017

#DetonaNews 03 - 23/06/2017




 
REPRESSÃO FEROZ
O politicamente correto foi profundamente discutido e estudado por todos os sábios da Terra, em seus fundamentos teóricos e consequências práticas, já que são impostos como o supremo e incontestável CONHECIMENTO que anula tudo o que sabíamos até agora? Não, não foi e vc sabe disso: se não houve transparência nem abertura à discussão, é já a má fé autoritária em ação. Mesmo assim, todos baixam a cabeça e aceitam. Por quê? São 2 absurdos: o politicamente correto sendo maquiavelicamente impingido como coisa sabida e normal, e nossa falsa reação de normalidade a essa aberração. Será que a falsidade e o autoritarismo podem ter boas intenções? Não estamos dando boas-vindas à ditadura e ao mal? Por que aceitamos absurdos? E por que desprezamos o alarme que prenuncia os graves acontecimentos que se seguirão? Temos que brecar essa mistificação já.

 
TRAMÓIAS DE JANOT
Fazendo política como nenhum político faz, Janot vaza que deverá fatiar - em três - a denúncia contra Temer, tudo para multiplicar o desgaste (que é do presidente, mas também do Brasil) e obrigar a Câmara a votar três vezes sobre se autoriza o Supremo a torná-lo réu.
Como tenho falado diariamente, o procurador-geral da República espera pelo melhor momento - político, claro - para apresentar a primeira denúncia; um momento, claro, em que encontre Temer mais fraco. E então aplicar as outras duas em sequência.
Como se diz que a perícia oficial na gravação de Joesley Batista está finalmente pronta, talvez tenhamos nessa divulgação - a ocorrer ainda hoje? - o timing, as condições ideais, para Janot avançar.
O laudo pericial, suponho, não deve ser favorável a Temer, ou o procurador-geral da República não teria concebido essa denúncia em três etapas - que é feita para sangrar.
Aguardemos os próximos vazamentos.
https://www.facebook.com/carlos.andreazza.5/posts/1290536321045572

Nenhum comentário:

Postar um comentário