CENSURA, DITADURA, POLITICAMENTE CORRETO

Seguidores

sexta-feira, 23 de junho de 2017

EM 2014 ROMEU TUMA DENUNCIOU A FRIBOI JBS



fev 21, 2014 Brasil, Notícias

O ex-assessor de Lula, Tuma Júnior, sugere que o Grupo JBS Friboi está sendo beneficiado em mais um esquema nos governos do PT Tuma Junior e Friboi

Romeu Tuma Junior está denunciando mais um esquema do Grupo JBS Friboi com o Governo do PT

O delegado de policia aposentado e Ex-Secretário Nacional de Justiça no governo Lula, Romeu Tuma Junior, autor do livro de maior sucesso no Brasil em 2014, “Assassinato de Reputações, Um Crime de Estado“, onde denuncia um verdadeiro estado policial nos governos do PT, além de outros escândalos na república petista, como por exemplo a fábrica de dossiês falsos contra adversários desse governo e de seus interesses, não para por aí.

Recentemente em Goiânia, no lançamento do seu livro Assassinato de Reputações, Tuma Júnior disse em várias entrevistas que tem material guardado e suficiente para um novo livro que poderia ser lançado provavelmente ainda este ano, e que nesta nova obra poderia ter um capítulo especial sobre as relações do empresário Júnior Friboi e da empresa JBS Friboi com os governos do PT. Outro dia falando na rede social Twitter com um professor do Paraná, Tuma Júnior disse que quando a relação JBS Friboi com o PT fosse escancarada, o Brasil passaria a conhecer a “maior lavanderia da América Latina“.

Leia mais: Bomba! Tuma Júnior diz que relação JBS Friboi com os Governos do PT é a maior “lavanderia da história da América Latina”.
Hoje, usando a rede social Facebook, Tuma Júnior postou em seu perfil pessoal e na sua Fanpage mais uma das jogadas do grupo JBS Friboi. Com o post intitulado “Rei do Gado ou da Cocada Preta”, Romeu Tuma Júnior destaca a entrada do JBS Friboi no ramo de energia onde segundo o delegado aposentado, o grupo começou a ganhar mais leilões e licitações públicas que empresas antigas da área.

Tuma Júnior conta inclusive o segredo do “sucesso” do Grupo Friboi nessa área, que foi a contratação do Maurício Tolmasquim, presidente da Empresa de Pesquisa Energética do Ministério das Minas e Energia, exatamente o responsável por coordenar Leilões e licitações na casa. Que maravilha! Tuminha conta ainda nesta postagem do Facebook que para não dar na cara a “treta”, a tal contratação de Tolmasquim pelo JBS Friboi teria sido feita através de uma outra empresa, a Vigor, “aquela da vaquinha e do Yougurt”, como escreveu o próprio delegado aposentado.

Romeu Tuma Júnior encerra o seu post com uma ironia e uma advertência ao cantor Roberto Carlos, um vegetariano há mais de 30 anos, que está sendo contratado para ajudar a reforçar a mídia da carne Friboi em todo o Brasil. Pelo jeito, Tuma Júnior tem mesmo farto material que uma vez publicado, daria dor de cabeça e dor de barriga em muita gente do governo do PT e do Grupo JBS Friboi.
Confira a postagem de hoje no Facebook de Romeu Tuma Júnior! Tuma no Face https://www.facebook.com/romeu.tuma.1

http://www.canalgama.com.br/tuma-junior-denuncia-mais-um-esquema-governo-pt-para-favorecer-friboi/

***

TRAMÓIAS DE JANOT
Fazendo política como nenhum político faz, Janot vaza que deverá fatiar - em três - a denúncia contra Temer, tudo para multiplicar o desgaste (que é do presidente, mas também do Brasil) e obrigar a Câmara a votar três vezes sobre se autoriza o Supremo a torná-lo réu.
Como tenho falado diariamente, o procurador-geral da República espera pelo melhor momento - político, claro - para apresentar a primeira denúncia; um momento, claro, em que encontre Temer mais fraco. E então aplicar as outras duas em sequência.
Como se diz que a perícia oficial na gravação de Joesley Batista está finalmente pronta, talvez tenhamos nessa divulgação - a ocorrer ainda hoje? - o timing, as condições ideais, para Janot avançar.
O laudo pericial, suponho, não deve ser favorável a Temer, ou o procurador-geral da República não teria concebido essa denúncia em três etapas - que é feita para sangrar.
Aguardemos os próximos vazamentos.
https://www.facebook.com/carlos.andreazza.5/posts/1290536321045572


OS 2 PESOS E 2 MEDIDAS DE JANOT
A delação premiada dos Batista poderia ser anulada caso se estabelecesse que eram líderes de uma organização criminosa.
O curioso Rodrigo Janot antecipou-se para estrilar, bradando - em defesa dos donos da JBS - a presunção de inocência.
Lindo.
Ocorre que contra Michel Temer o procurador-geral da República não se incomoda em flexibilizar o princípio constitucional e permitir que o presidente seja acusado - igualmente sem provas - de, ora, líder de uma organização criminosa.
https://www.facebook.com/carlos.andreazza.5/posts/1289005654531972
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário