CENSURA, DITADURA, POLITICAMENTE CORRETO

Seguidores

sábado, 17 de junho de 2017

NÃO É O TEMER, O CHEFE É LULA



A Entrevista de Joesley 17/06/2017

Na entrevista que deu à Revista Época, o dono da JBS dá a entender que em treze anos de petismo, quem de fato comandava o crime organizado que se apossou do Estado brasileiro era Michel Temer. Os petistas e seu chefe, que pilharam de fato o país, destruíram nossa economia, alimentaram e bancaram regimes de ditadura e viabilizaram a consolidação da ditadura narco-comunista na Venezuela teriam sido apenas coadjuvantes e partícipes em segunda escala.

A entrevista na revista das Organizações Globo e a repercussão dada a ela pelo blog da Empiricus Research/O Antagonista evidencia o que estamos afirmando há mais de um mês: o objetivo desses dois veículos é seguir adiante na tentativa de derrubar o atual governo, e contam para isso com o respaldo da Procuradoria Geral da República na figura de Rodrigo Janot, o mesmo que quer assegurar na marra a adoção da ideologia de gênero nas escolas.

O principal efeito até o momento tem sido o de tirar o foco de Lula, que continua solto, e da responsabilidade direta do petismo e seus aliados ideológicos principais, os tucanos, pelos treze anos de destruição do país. O efeito também tem sido o de ocultar que o propósito principal da corrupção institucionalizada no país na era petista não era o de enriquecimento de seus agentes corruptos e corruptores, mas assegurar permanência e continuidade de um projeto de poder socialista.

E é também, embora não apenas, na defesa desse projeto socialista-globalista, ainda que despido do petismo já descartado, que segmentos da imprensa e a procuradoria embarcaram no esforço de desestabilização do país e derrubada do governo para antecipar uma solução de continuidade no exercício do poder em relação às eleições do ano que vem. Uma eventual queda de Michel Temer abre possibilidades reais de suspensão das eleições no ano que vem, pois meio de algum casuísmo institucional que venha a promover uma mudança artificial de regime.

#CriticaNacional #TrueNews

http://www.criticanacional.com.br/2017/06/17/a-entrevista-de-joesley/

***

 As revelações “bombásticas” de Joesley Batista à revista Época

A imprensa toda, em especial o grupo Globo, deu grande destaque à entrevista de Joesley Batista na revista Época, principalmente ao trecho em que o dono da JBS acusa o presidente Temer de ser o chefe da maior organização criminosa da política nacional. É verdade que ele também disse, na mesma entrevista, que Lula “institucionalizou a corrupção no Brasil”. Joesley disse ainda que “o Estado brasileiro está dominado por organizações criminosas”. É o óbvio. Mas resta entender como Lula foi capaz de “institucionalizar” a corrupção enquanto era Temer o chefe todo poderoso.
http://www.gazetadopovo.com.br/rodrigo-constantino/artigos/revelacoes-bombasticas-de-joesley-batista-revista-epoca/

 *
 “Deixa eu ver se entendi. O cara tinha uma empresa fundo de quintal e durante todo governo do PT, se tornou a maior empresa de carne processada do país, detendo praticamente o monopólio do setor. Mas aí o dono vai lá e concede uma entrevista pra revista fuleira dizendo que o Temer é o chefão? Ah pára Joesley, conta outra que já passou o tempo do brasileiro ser otário. Esse acordo entre vocês (emissora, revista e JBS) pra salvar de abrir a caixa de pandora do BNDES já tá mais do que na cara.”
http://opiniaolivre.com.br/joesley-minimiza-papel-de-lula-fumou-um-da-cracolandia/
*
Por que a Revista Época não destacou, em sua capa, o trecho da entrevista com o Joesley Batista que cito a seguir?
«Foi no governo do PT para frente. O Lula e o PT institucionalizaram a corrupção. Houve essa criação de núcleos, com divisão de tarefas entre os integrantes, em estados, ministérios, fundos de pensão, bancos, BNDES. O resultado é que hoje o Estado brasileiro está dominado por organizações criminosas. O modelo do PT foi reproduzido por outros partidos.»

https://www.facebook.com/photo.php?fbid=1097456157065400&set=a.103961786414847.6588.100004030782843
*
"O Joesley é um agente de desinformação que revela meias verdades para desviar o foco dos crimes do Foro de São Paulo, cometidos sob chefia do Lula, que ainda são conhecidos apenas na superfície e são muito mais graves que a mera roubalheira generalizada."
https://www.facebook.com/caio.bdm/posts/1559617677444142
*
Mensagem patética do blog "O Antagonista":
"Por que fechamos os comentários
Brasil 17.06.17 21:01

https://www.facebook.com/paulo.piadeandrade/posts/10203138043727695

 https://www.facebook.com/nasruas/photos/a.250829691675602.57770.142574502501122/1399962353428991/

*
"Joesley Batista se desespera, tenta negar que chamou Temer de chefe de quadrilha e cai em contradição sobre delação

O empresário Joesley Batista entrou em pânico logo nas primeiras horas da manhã deste sábado, após a grande repercussão da publicação da Revista Época, da Rede Globo, na qual o criminoso confesso acusou o presidente Michel Temer de chefiar uma perigosa organização criminosa e tentou proteger o ex-presidente Lula, se principal parceiro nos crimes durante mais de uma década. Na entrevista, ficou claro que o açougueiro tentou sacrificar um boi para proteger sua boiada.
Após tomar conhecimento de que o presidente Michel Temer vai processá-lo e exigir reparação financeira pelas acusações, Joesley correu para divulgar uma nota tentando corrigir o que havia dito na entrevista à Revista Época.
"Foi no governo do PT para frente. O Lula e o PT institucionalizaram a corrupção. Houve essa criação de núcleos, com divisão de tarefas entre os integrantes, em estados, ministérios, fundos de pensão, bancos, BNDES. O resultado é que hoje o Estado brasileiro está dominado por organizações criminosas. O modelo do PT foi reproduzido por outros partidos", alegou o empresário, agora sem mencionar o presidente Temer.
Ao ser questionado sobre o fato de nunca ter gravado nenhuma conversa com o ex-presidente Lula, Joesley caiu em contradição em relação ao seu depoimento na Procuradoria-Geral da República e disse que nunca tratou com Lula sobre propina porque seu interlocutor no PT era o ex-ministro da Fazenda Guido Mantega, a quem fazia pagamentos em uma conta na Suíça.
"Nunca tive conversa não republicana com o Lula. Zero. Eu tinha com o Guido.", afirmou Joesley, algo bem diferente de seu depoimento ao procurador Rodrigo Janot, quando garantiu que alertou Lula e Dilma sobre as contas que mantinha para os dois na Suíça.
Joesley tenta ainda desdizer o que disse na entrevista sobre Temer e afirma que era o ex-ministro petista Guido Mantega que "resolvia tudo" no BNDES."
https://www.facebook.com/paulo.piadeandrade/posts/10203137172625918
*
Para Enfrentar a Agenda Islâmico-Globalista da ONU: Jair Bolsonaro http://www.criticanacional.com.br/2017/06/16/para-enfrentar-a-agenda-islamico-globalista-da-onu-jair-bolsonaro/

Terrorismo islâmico: jamais aceitá-lo como o “novo normal”
http://midiasemmascara.org/artigos/globalismo/t-i-j-n/

LAVA JATO ACUSA: LULA É O CHEFÃO DA PROPINOCRACIA
https://youtu.be/wxLW7_O5u0c



Nenhum comentário:

Postar um comentário