CENSURA, DITADURA, POLITICAMENTE CORRETO

Seguidores

quarta-feira, 14 de junho de 2017

LEVY FIDELIX - 'As urnas eletrônicas Smartmatic continuam fraudáveis e colocam em risco a democracia...



'AS URNAS ELETRÔNICAS SMARTMATIC CONTINUAM FRAUDÁVEIS E COLOCAM EM RISCO A DEMOCRACIA BRASILEIRA. QUEM DIZ O CONTRÁRIO?', QUESTIONA LEVY FIDELIX

O presidente do PRTB, Levy Fidelix, ressaltou que o julgamento da chapa Dilma-Temer no TSE não é o único motivo de polêmica no campo eleitoral brasileiro. Fidelix argumenta que é preciso lembrar da baixa confiabilidade das urnas eletrônicas brasileiras e
considerar sua influência nos resultados das eleições. Assista o video em https://youtu.be/Xui4mmpAgRU

Fidelix lembrou que democracias desenvolvidas como a Inglaterra, a França, e a Alemanha, mantêm votos manuais. Para o presidente do PRTB, urnas como as da Smartmatic só são utilizadas no Terceiro Mundo, porque não são confiáveis: "Sua totalização não é conferível, não é auditável. E lamentamos que a Justiça Eleitoral insista nessas urnas".

Um modelo melhor seria o utilizado na Argentina, em que o cidadão utiliza um cartão com chip, se identifica, vota, imprime o voto e o coloca na urna, defende Fidelix: "O papelzinho é um documento! É isso que queremos".

"Nas últimas eleições, tivemos eleições em que o presidente do TSE ficou fechado, sozinho, e trouxe o resultado. Deixou pra trás OAB, partidos, todo mundo. Agora, com a biometria, dizem garantir a segurança do voto. Não! O resultado já está lá dentro", diz Fidelix.

O presidente do PRTB alerta a Justiça Eleitoral: "estamos na contra-mão do que todo mundo quer". Fidelix lembra que já há quem defenda o fim da Justiça Eleitoral, e diz: "há que se considerar que um gasto de R$ 2 bilhões por ano para manter essa estrutura e não garantir a lisura das eleições é um absurdo. Atravessamos um momento muito difícil. Falta bom senso, lamentavelmente, da Justiça Eleitoral. Temos aí diante de nós as eleições de 2018 e podemos ter um repeteco do passado, o que seria péssimo. Não sei se o povo vai aguentar o prosseguimento desse desmando, com o resultado dessas urnas violáveis e fraudáveis. No passado recente, vimos exatamente esse descalabro, com os petistas, peessedebistas e peemedebistas. Quem vai garantir que no futuro não teremos as mesmas violações?".

"O andar superior tem que analisar muito bem que o povo não quer e não confia nessas urnas", conclui Fidelix.

Com informações do site "Folha Política" em
http://www.folhapolitica.org/2017/06/urnas-eletronicas2.html
 
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário