CENSURA, DITADURA, POLITICAMENTE CORRETO

Seguidores

quarta-feira, 31 de maio de 2017

CIÊNCIA COMUNISTA, IDEOLÓGICA, FAKE - CIÊNCIA DO CONSENSO - O EXTERMÍNIO DO CONHECIMENTO






Depois que todos os critérios são substituídos por política, depois que a verdade é trocada por "consenso", que a competência e o mérito dão lugar a cotas e a lei pode ser derrubada por justificativas politicamente corretas, nada mais pode barrar o avanço do mal, do poder pelo poder. Estão abertas, então, as portas para entronizar definitivamente os psicopatas ao poder. O socialismo é esta fórmula.

***
"A proposição de que o marxismo é um método universal, proposição que os comunistas têm obrigação de defender, leva na prática a uma tirania em todos os campos de atividade intelectual. O que pode fazer o infeliz físico, se os átomos não agem segundo deveriam, pelas leis hegelianas e marxistas, ou segundo a identidade dos contrários e sua evolução para formas mais altas? Ou o astrônomo, se o cosmo é indiferente à dialética comunista? Ou o biólogo, se as plantas não procedem segundo a teoria lisenko-stalinista sobre a harmonia e a cooperação das classes numa sociedade "socialista"? Como esses cientistas não podem mentir, devem sofrer as consequências das suas heresias. Para que suas descobertas sejam aceitas, devem "confirmar' as fórmulas do marxismo-leninismo. Os cientistas vivem num constante dilema para saber se suas teorias e descobertas afetarão o dogma oficial." (Milovan Djilas)
*
"No fim o Partido haveria de anunciar que dois mais dois são cinco, e você seria obrigado a acreditar. Era inevitável que mais cedo ou mais tarde o Partido fizesse tal afirmação: a lógica de sua posição o exigia. Além da validade da experiência, a própria existência da realidade externa era tacitamente negada por sua filosofia. A heresia das heresias era o bom senso." "Liberdade é a liberdade de dizer que dois mais dois são quatro." - 1984, GEORGE ORWELL
http://conspiratio3.blogspot.com.br/2017/09/1984-de-george-orwell-e-karl-marx.html
*
QUANDO A VERDADE NÃO PODE SER DITA, A MENTIRA PROLIFERA E O MAL DOMINA
http://conspiratio3.blogspot.com.br/2017/05/liberdade-de-expressao.html


A MENTIRA ESQUERDISTA PRETENDE APAGAR A DIFERENÇA ENTRE VERDADE E MENTIRA - OLAVO DE CARVALHO
http://conspiratio3.blogspot.com.br/2016/09/a-mentira-esquerdista-pretende-eliminar.html

ESTATÍSTICAS FEITAS COM ELEMENTOS SELECIONADOS PARA PRODUZIR UM RESULTADO PRÉ-ESTABELECIDO
http://www.cadaminuto.com.br/noticia/306628/2017/07/10/armas-estudo-produzido-por-professor-de-stanford-nao-passa-de-ilusão

A CORRUPÇÃO DA INTELIGÊNCIA http://conspiratio3.blogspot.com.br/2017/09/a-corrupcao-da-inteligencia-flavio.html

#TerçaLivreCiências - Escola Sem Partido e o ensino de Ciências http://conspiratio3.blogspot.com.br/2017/09/tercalivreciencias-escola-sem-partido-e.html

MENTIRAS VERMELHAS NA CIÊNCIA - TERÇA LIVRE - ABORTO, DROGAS
http://conspiratio3.blogspot.com.br/2017/09/mentiras-vermelhas-na-ciencia-terca.html

VOCÊ FOI DESARMADO FÍSICA E INTELECTUALMENTE E ESTÁ PROIBIDO DE SE DEFENDER - OLAVO DE CARVALHO
https://youtu.be/-iMorHa-5SY

VOCÊ NÃO TEM O DIREITO DE SE DEFENDER, MAS TEM O DIREITO DE MORRER...
http://conspiratio3.blogspot.com.br/2017/09/morte-paliativa.html

CENSURA, MANIPULAÇÃO, OCULTAÇÃO DO CONHECIMENTO NAS ESCOLAS -  OLAVO DE CARVALHOhttp://conspiratio3.blogspot.com.br/2017/03/censura-manipulacao-ocultacao-do.html

CULTURA E EDUCAÇÃO  - OLAVO DE CARVALHO EM HARVARD MIT (07/04/2017)https://youtu.be/JUVlHKXDD0Y

#BoletimDaNoite – As raízes da "arte" moderna e a morte da beleza - Intromissão e deformação marxista do conhecimento
http://conspiratio3.blogspot.com.br/2017/10/boletimdanoite-as-raizes-da-arte.html

Dissolvidas as soberanias nacionais pela elite global e demolida pela ação pertinaz da ralé militante toda hierarquia de valores e critérios, não restará na sociedade outro princípio ordenador reconhecido como legítimo exceto a pura racionalidade econômica e tecnológica impessoal e anônima, imposta por grupos megabilionários a cujo poder, a essa altura, ninguém mais poderá resistir.
https://www.facebook.com/carvalho.olavo/posts/891972787621463

"Todos os registros foram destruídos ou falsificados, todos os livros foram reescritos, todos os quadros foram repintados, todas as estátuas, todas as ruas, todos os edifícios renomeados, todas as datas foram alteradas. E o processo continua dia a dia, minuto a minuto. A história se interrompeu. Nada existe além de um presente interminável no qual o Partido tem sempre a razão.” ("1984" de George Orwell)
http://home.ufam.edu.br/edsonpenafort/GEORGE%20ORWELL%20-%201984.pdf

 
  Operações de desinformação e destruição de reputações também ajudam a destruir a noção de realidade objetiva e a capacidade de investigar.  Tem sido um círculo vicioso iniciado pelo relativismo e descrença na verdade dos fatos  inércia intelectual ➤ mentira inércia intelectual ➤ mentira. Intrigante é que esta situação não é de todo imperceptível, mas ao invés de alarmar, ela parece anestesiar a sociedade. 

CENSURA À INTELIGÊNCIA

OLAVO DE CARVALHO - "Trinta anos de estudos sobre a mentalidade revolucionária convenceram-me de que ela não é a adesão a este ou àquele corpo de convicções e propostas concretas, mas a aquisição de certos cacoetes lógico-formais incapacitantes que acabam por tornar impossível, para o indivíduo deles afetado, a percepção de certos setores básicos da experiência humana. A mentalidade revolucionária não é um conjunto de crenças, é um sistema de incapacidades adquiridas, que começam com um escotoma intelectual e culminam numa insensibilidade moral criminosa. É uma doença mental no sentido mais estrito e clínico do termo, correspondente àquilo que o psiquiatra Paul Sérieux descrevia como delírio de interpretação. Numa discussão com o homem normal, o revolucionário está protegido pela sua própria incapacidade de compreendê-lo."
http://www.olavodecarvalho.org/semana/081211dc.html

A experiência de todos os países comunistas prova, sem a menor margem de dúvida, que a esquerda revolucionária sempre esteve consciente da importância crucial da censura e dos limites à liberdade de expressão para a conquista e o exercício do poder. Essa é a única razão pela qual os esquerdistas tanto combatem essas coisas numa democracia sobre a qual ainda não tenham o poder total: para assegurar que elas estarão sempre sob o seu controle monopolístico, sem que o adversário tenha a menor chance de usá-las -- ou se usar qualquer recurso que remotamente se pareça com elas -- para a manutenção da ordem legal vigente.
Por isso não há nada de estranho em que as vozes da esquerda se mobilizem tão entusiasticamente para censurar o filme "O Jardim das Aflições" quanto para estigmatizar como hedionda tentativa de censura qualquer protesto contra a exposição obscena do Santander.
Seu lema é: "O poder de censura é nosso, de mais ninguém."
Só um idiota pode ver nisso alguma "incoerência". É procedimento de rotina, nada mais.
https://www.facebook.com/olavo.decarvalho/posts/10155627390667192

A doença mental mais disseminada na nossa "civilização científica" é a crença generalizada de que a dificuldade de definir uma coisa é um forte argumento contra a existência dessa coisa.
Essa idéia tem efeitos devastadores sobre a inteligência humana e sobre toda a sociedade. Desde logo, ela torna a experiência uma função da linguagem disponível, bloqueando o acesso a toda percepção que já não esteja catalogada no vocabulário admitido.
Com isso, ela confere à classe acadêmica o poder de censura sobre toda a experiência humana: "Afinal, você vai crer em mim ou nos seus próprios olhos?"

https://www.facebook.com/olavo.decarvalho/posts/10155776701167192

A linguagem da mídia e do "beautiful people" é calculada para espalhar endemicamente o transtorno de personalidade limítrofe, que consegue raciocinar verbalmente ou matematicamente mas não consegue transformar em CONSCIÊNCIA o sentido do que raciocina.

Frases como "mulher em corpo de homem" são calculadas para impedir o falante de perceber o sentido do que diz.
A profusão de frases desse tipo na linguagem popular de hoje é uma obra de engenharia psicológica montada para destruir não a família ou a moralidade (antes fosse apenas isso!), mas as operações básicas da inteligência humana.

O IMPÉRIO DA VONTADE OLAVO DE CARVALHO - O relativismo militante é um véu de análise racional feito para camuflar a imposição, pela força, de uma vontade irracional. Sua função é cansar, esgotar e calar a inteligência para abrir caminho ao “Triunfo da Vontade”. É um método de discussão inconfundivelmente nazista. Se você estudar Nietzsche direitinho, verá que toda a filosofia dele não é senão a sistematização e a apologética desse método, hoje adotado pela tropa inteira dos ativistas politicamente corretos. Por trás de toda a sua estudada complexidade, a estratégia do nietzscheísmo é bem simples: trata-se de dissolver em paradoxos relativistas a confiança no conhecimento objetivo, para que, no vácuo restante, a pura vontade de poder tenha espaço para se impor como única autoridade efetiva. Descontada a veemência do estilo pseudoprofético, não raro inflado de hiperbolismo kitsch , não há aí novidade nenhuma. É o velho Eu soberano de Fichte, que abole a estrutura da realidade e impera sobre o nada. É a velha subjetividade transcendental de Kant, que dita regras ao universo em vez de tentar conhecê-lo.
http://www.olavodecarvalho.org/semana/060105jb.htm


*
A MENTIRA ESQUERDISTA PRETENDE APAGAR A DIFERENÇA ENTRE VERDADE E MENTIRA - OLAVO DE CARVALHO 
http://conspiratio3.blogspot.com.br/2016/09/a-mentira-esquerdista-pretende-eliminar.html





O POLITICAMENTE CORRETO NOS CEGA PARA O PERIGO - Eles simplesmente resolveram eliminar a verdade como critério válido. O que me espanta é que: 1- A mentira é a língua oficial dos governos hoje e eles já não se preocupam se todos estão reparando que o "rei está nu". Eles sabem que não estão sendo acreditados, mas vão empurrando a farsa adiante; 2 - Por que isso não dá o sinal de alarme na sociedade? Se a mentira está instalada confortavelmente à vista de todos tem uma coisa MUITO errada, é sinal de que o MAL está no comando.   

Não lembro se foi no livro PEQUENA HISTÓRIA DA DESINFORMAÇÃO, ou se foi no PONEROLOGIA, PSICOPATAS NO PODER, ou em outro, que li sobre a falsificação científica e a depredação metódica do conhecimento acumulado em milênios, praticadas em regimes comunistas, cujo objetivo ainda é aniquilar a noção de verdade e uniformizar as obedientes consciências. Isso está acontecendo aqui, agora. Onde esses malditos tocam, confundem deliberadamente verdade e mentira e pretendem fazer do mundo uma Torre de Babel onde ninguém distingue o que é verdadeiro ou falso , bom ou mal, onde só o PODER será ouvido.

 "Chegará o dia em que teremos que provar ao mundo que a grama é verde." Esse dia é hoje, agora. Mas o que espantaria ainda mais Chesterton é que pode chegar o dia em que NÃO poderemos provar que a grama é verde, pois com  ajuda do MPF, legislativo e STF, alguns provarão que ela é vermelha e quem afirmar o contrário será acusado de preconceito, crime de ódio e incitação à violência. Muita gente acha que o politicamente correto é apenas um código informal exercido por pressão social. Mas ele já passou dessa fase. Ele já determina ações governamentais, criação de novos crimes, subjetivos, leis e punições para pessoas inocentes e desculpas para os culpados.

Não foi o que aconteceu ao "DIREITA SÃO PAULO"? Foram acusados de PRECONCEITO pelo MPF por protestarem contra a lei de migração. Pré-conceito é um comportamento irracional e não uma resposta justa a fatos presentes. Mais irracional e inexplicável é uma lei que despreza os fatos e inventa uma realidade paralela. A fórmula deles é: fabricar o mal e punir a reação natural a ele. Isso sim é perversidade, é crime de ódio, é brasileirofobia.

E este é mais um motivo embutido no protesto: qual a credibilidade de uma lei produzida por corruptos? Aqueles que estão fazendo leis brasileirofóbicas não são os mesmos traidores que, sem um pingo de sentimento humanitário, depredam o Brasil? Em que medida essas leis não estão subordinadas ao esquema de corrupção sistêmica para conquista de poder? Não existe uma relação de subserviência desses políticos à ONU e organizações internacionais com sua agenda globalista para dissolver fronteiras, soberanias e identidades nacionais? Por que as investigações são sempre parciais e não abordam essas questões que hoje já são muito mais que teorias? Então, a primeira suspeita recai sobre as reais intenções dos políticos. Antes das leis, antes dos terroristas, do tráfico nas fronteiras, o maior perigo são os traidores e incompetentes no poder.  
  
*
A INFORMAÇÃO NÃO ESTÁ CHEGANDO AONDE DEVERIA. AJUDE A DRIBLAR A CENSURA NAS REDES: COMPARTILHE OU REPUBLIQUE MUITO MAIS.  Nada disto estaria acontecendo se a informação estivesse circulando normalmente, se não houvesse excesso de mentiras e escassez de verdades em circulação. Lei de migração, corrupção, esquerda dominando só acontecem onde a mentira reina, onde a informação está sendo controlada por governos e esquerdistas na imprensa. Nosso problema hoje é a falta de VERDADE no mundo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário